GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Bambaataa: Seremos humanos galácticos

O herói do DJ Mau Mau e de tantos outros amantes da música eletrônica e do hip hop esteve no Brasil em julho. VOLUME01 conversou com o rei do electrofunk sobre religião, extraterrestres e o mistério de sua idade.

VOLUME01 – Você sempre tem uma agenda lotada no Brasil, com visitas às regiões de periferia, encontros com jovens. Por quê?

Bambaataa – Eu agradeço à Força Suprema por permitir que eu viaje transmitindo minha mensagem. Pode chamar de Deus, Ra…

V01 – Como você a chama?

Bambaataa – Muitos nomes: Alá, Amon Ra, o mais antigo dos nomes. Nós da Nação Zulu respeitamos todos os nomes. Alá? Tudo bem. Jeová? OK. Dios? Perfeito.

V01 – O hip hop virou música pop. O que isso significa?

Bambaataa – Hip hop não é apenas Jay-Z e seus imitadores. Há muita coisa boa, mas as rádios não tocam. As TVs só passam bobagens. Querem nos transformar em zumbis. Matrix é um filme muito importante.

V01 – Por quê?

Bambaataa – Fala do levante das máquinas. Além de tantos outros que falam de extraterrestres. Logo vamos descobrir que não estamos sozinhos. Há outras coisas lá fora de que nem fazemos idéia. Seremos humanos galácticos.

V01 – Quanto anos você tem?

Bambaataa – Sou velho como o Sol, a Lua e as estrelas e jovem como uma flor recém-desabrochada no campo.