GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como publicar seu próprio e-book?

Existem plataformas digitais específicas para isso.

ilustra Gabirotcho edição Felipe van Deursen

Com plataformas digitais específicas. O processo é simples e mais democrático do que a publicação tradicional, já que, para ter seu livro impresso e à venda em livrarias, é preciso um contrato com uma editora ou pagar do próprio bolso, o que nem sempre é barato. Por isso, cada vez mais autores optam pela publicação online. “Eu não era uma autora há dois anos. Minha vida mudou completamente”, diz a inglesa Anna Todd. Seu romance After, sobre um turbulento triângulo amoroso de faculdade (leia mais abaixo), fez muito sucesso bem antes de ter uma cópia impressa. Veja agora como lançar aquela sua história engavetada.

REGISTRE

O primeiro passo é: escreva um livro. Já escreveu? Pule para o segundo: registro autoral. É ele que blinda a sua propriedade intelectual, evitando plágios. No Brasil, não é obrigatório para e-books. A mera publicação já prova que a história é sua. Mas especialistas o recomendam, pois é uma proteção extra. O processo custa R$ 20 e você pode fazer no site do ISBN

ESCOLHA A PLATAFORMA

As mais populares são a Amazon e o Wattpad, além de iBookstore, Widbook e Publique-se. A vantagem da Amazon é que seu trabalho é publicado e vendido no ambiente da megaloja virtual. O Wattpad é como um YouTube de textos. Ao ser publicada, a obra fica disponível nos mecanismos de busca, tipo o Google, e na vitrine do próprio site

PUBLIQUE

Definida a plataforma, a publicação é bem simples. É só preencher informações como gênero da obra, classificação etária e sinopse. Depois, suba a capa e o arquivo do livro. A maioria das plataformas aceita vários formatos, do Word ao PDF

PROMOVA

Livro publicado não é leitor garantido. Sem uma editora, você precisa se divulgar. “O escritor independente deve agir de maneira profissional”, diz o autor Raphael Draccon, conhecido por entender de marketing literário. Use as redes sociais para promover a obra e responda comentários de leitores e potenciais leitores. Quanto mais forte a conexão com eles, melhor

CAPA

A capa é essencial. Fica exposta nas lojas virtuais e é o melhor jeito de divulgação nas redes sociais. Procure a ajuda de um designer gráfico

VALOR

O valor pago por direitos autorais varia. Na Amazon, o normal é 35% do preço de capa. Se vender a obra só lá, sobe para 70%. Mas não pode custar menos de R$ 5,99

Abre o olho, Paulo Coelho!

Jovens autores que estão bombando com e-books

Cinza crepuscular

Cinquenta Tons de Cinza era um e-book erótico com os personagens de Crepúsculo! Bombou tanto que a autora, E.L. James, precisou mudar o nome dos protagonistas

1 milhão é bom, mas…

Anna Todd atingiu 1 bilhão de páginas lidas no Wattpad, antes de assinar com uma editora. Hoje, After também é um sucesso em livro físico. E vai virar um filme da Sony

Bom vendedor

Ninguém sabe sua identidade. Mas o(a) brasileiro(a) Dark Writer ficou tão famoso que hoje mora em Londres e trabalha com Barry Cunningham, o editor que descobriu Harry Potter!

– Entrevistamos Dark Writer. Veja o que o misterioso escritor tem a dizer

LEIA TAMBÉM

– Os 11 livros mais polêmicos da história

– Turma do Fundão: 14 livros para ler nas férias

FONTES Wattpad.com e Amazon.com

Newsletter Conteúdo exclusivo para você