Clique e assine a partir de 8,90/mês

“É tudo bolo”: a história por trás do meme dos bolos hiper-realistas

Cebola, papel higiênico e até partes do corpo humano. O viral levemente perturbador é, na verdade, obra de uma conceituada confeiteira turca.

Por Bruno Carbinatto - Atualizado em 14 jul 2020, 18h21 - Publicado em 14 jul 2020, 18h16

Se você acompanhou as redes sociais nos últimos dias, deve saber que tudo é feito de bolo. Cebola é bolo, refrigerante é bolo, papel higiênico é bolo – talvez até você mesmo seja feito de bolo.

Um novo meme que viralizou na última semana consiste, basicamente, em vídeos de bolos super realistas que imitam objetos do dia a dia.

Tudo começou quando o site norte-americano de culinária Tasty postou um vídeo em suas redes sociais com a legenda “É tudo bolo”, mostrando coisas aparentemente normais até um corte de faca revelar que, na verdade, eram bolos feitos especialmente para enganar:

Continua após a publicidade

A postagem rapidamente viralizou, e já soma mais de 30 milhões de visualizações desde então. Foi o início também de uma série de outros vídeos parecidos e muitos memes em cima do assunto, principalmente no Twitter, Instagram e TikTok, tanto nos EUA como, é claro, no Brasil.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Mas a verdade é que, apesar do meme recente, os bolos realistas não são exatamente uma novidade. O vídeo que deu origem à tendência é um compilado de trabalhos feito pela confeiteira turca Tuba Geçkil, dona da marca Red Rose Cake.

Continua após a publicidade

Tuba trabalha na área há 12 anos, e se especializou em fazer obras de arte comestíveis em formatos de objetos e também de pessoas. Entre suas obras, há bolos com a aparência de Harry Potter, da Elsa de “Frozen” e até do Neymar, mas a criação preferida da cozinheira é sua versão comestível do quadro “Moça com o Brinco de Pérola”, do pintor holandês Johannes Vermeer.

View this post on Instagram

Tamamı orjinaline uygun, yağlıboya tekniği ile tamamlanan ‘İnci küpeli kız’ (Girl with a pearl earring) eserini ‘Bust Cake’ olarak çalışmak inanılmaz keyifliydi.☺️🎨❤️🍰 #bustcake #artcake #girlwithapearlearring #incilikadın It was incredibly enjoyable to work 'Girl with a Pearl Earing' as 'Bust Cake', which was completely in original style and completed with the oil painting technique. 🎨❤️🍰 ———————————————————————— 👉Detaylı bilgi ve eğitim kayıt & Register ; whatsapp / +90 545 599 80 91 ———————————————————————— ⭐️Sponsorlarımıza teşekkür ediyoruz👉 @altinmarka_official 👌 @dr_paste 👌 @dasuniformtr 👌 @straforcuyuzbiz👌 @yenilebilirkagit👌 ————————————————————————#onlineeducation #education #modelling #cakepaintingclass #cakeart #cakeclass #sculpturepainting #isomalte #tubageckilegitim #caketopper #handpaintingcake #butikpasta #fondantfigures #yenilebilirsanat #cakedesign #edibleart #theartofpainting #cakeart #cakestagram #pastrychef #cakedecorating #sugarart #cakeartistry #realisticcakes #tubageckil #redrosecake

A post shared by RED ROSE CAKE & TUBA GEÇKİL (@redrosecake_tubageckil) on

Continua após a publicidade

 

Para além dos memes

O reconhecimento de Tuba não se limita a internet. Aos 44 anos, ela é chef da equipe nacional de culinária da Turquia e já ganhou quatro medalhas de ouro representando seu país na Exposição Internacional de Arte Culinária (informalmente chamada de “Olimpíada da Culinária”), além de vários outros prêmios por sua técnica inusitada.

Em entrevista ao site britânico The Tab, a confeiteira revelou que um bolo imitando um simples objeto pode levar até 3 dias para ser feito, enquanto um bolo-retrato mais complexo exige, em média, uma semana toda de trabalho. Tuba também afirmou que ficou “muito feliz” ao ver seus bolos viralizando como memes, mas reiterou que seu objetivo vai muito além: “Quero continuar conquistando medalhas em premiações importantes, bem como representar meu país da melhor maneira possível”.

É claro que, com o frenesi causado pelo vídeo inicial, vários outros acabaram ganhando projeção nos últimos dias, incluindo de outros confeiteiros. A americana Natalie Sideserf viralizou com seu vídeo de diferentes comidas (como beringelas e hambúrgueres) que, na verdade, eram bolos. O britânico Ben Cullen também foi lembrado com seus objetos feitos de massa e muito açúcar.

Publicidade