Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Ele voltou:Sylvester Stallone

Sylvester Stallone escreveu, atuou e dirigiu Rocky Balboa, o 6º e último filme da série.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h53 - Publicado em 31 jan 2007, 22h00

Cíntia Cristina da Silva

Não importa quantas comédias bobocas tenha feito, Sylvester Stallone será sempre lembrado como o cara que matava vietcongues em Rambo e como o boxeador raçudo de Rocky. Tanto que, em 2005, o ator ganhou um papel no reality show The Contender como o mentor de jovens boxeadores. Mas, no cinema, ele não emplaca um sucesso há 6 anos.

O jeito foi subir ao ringue uma vez mais. Stallone escreveu, atuou e dirigiu Rocky Balboa, o 6º e último filme da série. Tudo começa quando um programa de esportes simula uma luta entre Rocky, então um ex-lutador sessentão, e Mason Dixon, o campeão atual. Segundo a simulação, Rocky venceria por nocaute. Irritados, os empresários de Dixon resolvem organizar uma luta para tirar a prova – e Rocky aceita.

Começa o treino e o déjà vu. Ele veste um agasalho igual ao que usava há 30 anos. A inesquecível música de Bill Conti é a mesma. A corrida na escadaria, também. Se antes Rocky tinha problemas cerebrais ou de visão, o inimigo agora é a idade.

Stallone levou tão a sério o treino que entrou em regime de abstinência sexual durante as filmagens. Já a emoção do público na arena é real, captada durante o campeonato dos pesos médios em Las Vegas. E o filme, que tinha tudo para ser um fim deprimente de Rocky, é um dos mais maduros da série.

Garanhão italiano

Rocky, Um Lutador (1976)

Um boxeador desconhecido fica famoso ao enfrentar o campeão mundial Apolo Creed e vencer. Sucesso de público, levou o Oscar de melhor filme, ganhando de Taxi Driver e de Todos os Homens do Presidente. O roteiro é de Stallone.

Continua após a publicidade

Rocky II A Revanche (1979)

Rocky agora é um lutador respeitado. Ele está casado com seu grande amor, Adrian, mas gastou toda a grana que faturou na luta anterior. Por isso, precisa aceitar a oferta temerosa de Apolo para uma revanche.

Rocky III O Desafio Supremo (1982)

A fama subiu à cabeça de Rocky. A riqueza o tornou relaxado. Ao lutar contra um desafiante, perde o cinturão de campeão. Com a ajuda de Apolo, seu ex-rival, ele recupera o título e a dignidade.

Rocky IV (1985)

Na luta mais emocionante da série, Rocky enfrenta o campeão soviético – e a hostilidade da torcida local. Além dos socos no ringue, acontece um embate capitalismo vs. comunismo, em plena Guerra Fria.

Rocky V (1990)

Vencer o soviético deixa seqüelas cerebrais em Rocky, que é forçado a se aposentar. Mais uma vez, ele perde toda a fortuna e volta ao batente como treinador de um jovem talento. É o filme mais fraco da série.

Continua após a publicidade
Publicidade