Clique e assine a partir de 8,90/mês

Investigações Filosóficas

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h53 - Publicado em 31 jul 2005, 22h00

Ludwig Wittgenstein

NOME ORIGINAL_Philosophische Untersuchungen (Alemanha)
EDIÇÃO NO BRASIL_ Editora Vozes; 2005


DO QUE TRATA

Publicado postumamente, sintetiza o pensamento de Wittgenstein quando ele muda com pletamente de idéia em relação ao que havia escrito em seu primeiro livro (Tractatus Logico-phi-losophicus), quando revolucionou a lógica. Neste, Wittgenstein assume que a lógica tem limites: a linguagem é um tipo de jogo que não alcança tudo. A saída é, então, muitas vezes, o silêncio.

Continua após a publicidade

QUEM ESCREVEU

Ludwig Wittgenstein (1899-1951) nasceu em Viena, na Áustria, e publicou Tractatus Lógico- philosophicus em 1922, quando revolucionou o estudo da lógica. Sete anos depois, porém, disse que havia se equivocado e passou a liderar um grupo de estudos em Cambridge, de onde saíram as anotações para Investigações Filosóficas. Gostava de ficar sozinho e assistir aos filmes de Carmen Miranda.

POR QUE MUDOU A HUMANIDADE

O filósofo propôs um pensamento inédito até naquele momento: se não se pode falar de algo, porque não há meios, então melhor se calar. Um pensador que investiga a linguagem gostar e incentivar a opção pelo silêncio era, e ainda é, no mínimo inusitado para os padrões ocidentais. Ele travou uma importante discussão com o matemático Alan Turing. Este, ao completar o pensamento de Wittgenstein, criou um dispositivo conceitual para a matemática (“Máquina Universal de Turing”) que proporcionou as bases lógicas para a criação do computador digital.

Continua após a publicidade

 

Publicidade