GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Letrinhas que mudaram o mundo

Para piorar seu trabalho, o estilo de escrita da época era a gótica, com letras cheias de volteios. Uma vez impressa uma página, era preciso deixá-la secar para depois imprimir no verso.

Uma Bíblia de 641 páginas foi o primeiro livro impresso pelo alemão Johan Gutemberg. Ele inventou a técnica da impressão provavelmente em 1453, mas só completou seu primeiro livro em 1455. Para imprimir cada página Gutemberg precisou forjar letras em chumbo e depois arranjá-las uma a uma, manualmente, para formar painéis com palavras compondo linhas. Para piorar seu trabalho, o estilo de escrita da época era a gótica, com letras cheias de volteios. Uma vez impressa uma página, era preciso deixá-la secar para depois imprimir no verso. Foram feitos cerca de 300 exemplares, mas nem todos eram iguais – alguns tinham as letras iniciais de cada capítulo caprichosamente pintadas à mão. Gutemberg, filho de um alto funcionário da Casa da Moeda da região da Mogúncia (Alemanha), teve a idéia de criar a imprensa ao ver moedas serem cunhadas. A invenção é considerada uma das mais importantes da história da humanidade pelas profundas mudanças que provocou na difusão do conhecimento no mundo inteiro.

• A Bíblia também é o livro mais vendido. Somente de 1815 a 1998 foram comercializados 3,88 bilhões de exemplares no mundo inteiro.

• O escritor mais rico do mundo é Stephen King, autor de Carrie, a Estranha, com uma fortuna avaliada em 84 milhões de dólares.

• O americano Tom Clancy recebeu o maior adiantamento já oferecido a um escritor. Ele embolsou 75 milhões de dólares pelo compromisso de escrever dois livros para a Editora Penguin.