GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Mad Men vai leiloar objetos da série

Dos lençóis amarelos de Megan ao Chrysler Imperial de Don Draper, mais de 1.500 peças à venda

Se você está à procura de móveis, fique esperto: a famosa agência de publicidade Sterling Cooper está leiloando seus pertences e pode entregá-los na sua casa. É isso mesmo.

A partir de 1º de junho, itens como a icônica máquina de escrever de Peggy, o bar em forma de globo antigo de Pete Cambell e as poltronas alaranjadas do escritório de Don Draper serão vendidos pela internet.

Agora que a Lionsgate Television não ganha mais com a trama sobre a Sterling Cooper, a produtora da série Mad Men decidiu vender os objetos cenográficos utilizados nas gravações.

LEIA: Site mostra como o Google seria na década de 60 – ao estilo Mad Men

Os mais de 1.500 itens à venda incluem desde o armário de sapatos onde Megan guarda seus mules a uma infinidade de outros adereços que compõe a cena e o vestuário dos personagens. Muitos deles estavam expostos no Museu de Imagem em Movimento, em Nova York, e na Semana de Modernismo, em Palm Springs, na Califórnia.

O leilão com a parafernalha dos anos 1960 é promovido pela ScreenBid, uma empresa especializada em vender objetos cenográficos utilizados em filmes e programas de televisão. A ScreenBid já fez leilões com móveis e pertences dos personagens de Breaking Bad, Californication, True Blood e CSI.

LEIA: Confira 25 livros que os personagens de Mad Men estão lendo

Geralmente, essas memorabilias são vendidas pelo triplo do valor que foram compradas. Mas quanto maior a paixão dos fãs pela produção, menor o parâmetro para estabelecer os preços das coisas que sobram das gravações.

Para se ter uma ideia do quanto eles estão dispostos a investir para ter uma relíquia de sua série favorita, o livro Leaves of Grass que Walter White ganha e que ajuda a revelar sua identidade em Breaking Bad foi vendido por mais de 65.000 dólares.

Para quem acompanhou Mad Men, o sonho de decorar a sala como a agência de publicidade nova-iorquina pode virar realidade na próxima quarta – desde que você ganhe tanto quanto Don Draper.