Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Maria Adelaide Amaral

A autora da minissérie Um Só Coração avalia os grandes livros do modernismo brasileiro

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h54 - Publicado em 30 abr 2004, 22h00

Rafael Kenski

Os luxos

Macunaína

Mário de Andrade

Continua após a publicidade

“O melhor de todos, sobretudo pela linguagem brasileira. É antropofágico, embora Mário não se considerasse parte desse movimento”

Serafim ponte grande

Oswald de Andrade

Continua após a publicidade

“Um dos primeiros romances de fato modernistas”

Continua após a publicidade

Memórias sentimentais de João Miramar

Oswald de Andrade

Continua após a publicidade

“A grande ruptura formal com o romance tradicional”

Paulicéia desvairada

Continua após a publicidade

Mário de Andrade

Continua após a publicidade

“Ruptura poética onde Mário celebra sua cidade amada”

Laranja da China

Alcântara Machado

Continua após a publicidade

“A primeira grande ficção que usa o modo paulistano de falar. Uma crônica de São Paulo com seus tipos”

O lixo

Os condenados

Oswald de Andrade

Continua após a publicidade

“Com estilo rançoso e linguagem folhetinesca, é realmente muito ruim”

Publicidade