Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Museu para gregos e romanos

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h54 - Publicado em 30 abr 1988, 22h00

Para marcar os 2 200 anos do aniversário da morte de Arquimedes, um dos mais importantes matemáticos da Grécia Antiga, ao lado de Pitágoras e Euclides, um novo museu de Arqueologia acaba de ser inaugu-rado em Siracusa, no Sul da Itália, terra natal de Arquimedes. Com uma área de 9 mil metros quadrados e 20 mil peças no acervo, o museu se inclui entre os maiores do mundo. Pode-se ver ali exemplos do encon-tro da antiga cultura grega com a nascente cultura romana. Siracusa, fundada em 734 a.C. – pelo herói mitológico Ulisses, – segundo a lenda -, foi uma importante cidade grega até ser conquistada pelos romanos em 213 a.C. O museu retrata o surgimento e o crescimento da cidade.

Entre as esculturas, destaca-se a de um homem, em estilo grego, que traz na perna direita uma inscrição com o nome do médico mais conhe-cido da cidade. Há também uma impressionante cabeça de mulher, esculpida entre os séculos 4 e 5 a.C. Outras estátuas em estilo grego representam símbolos e rituais primiti-vos dos habitantes de Siracusa. O museu, produto de vinte anos de pesquisas, custou 8 milhões de dóla-res. Sua exposição inaugural cha-mou-se “Siracusa: 27 séculos de História”

 

Publicidade