GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que é o “som do diabo”?

Esse som macabro ganhou o apelido de "som do diabo" ainda na Idade Média, quando foi proibido pela Igreja

É o trítono, um som pra lá de dissonante obtido quando determinadas notas são tocadas simultaneamente. Esse intervalo musical pode ser obtido a partir de variadas combinações de notas, mas o resultado é sempre um som carregado de tensão. O apelido “som do diabo” nasceu ainda na Idade Média, quando ele foi proibido pela Igreja, que considerava maligna a sua sonoridade desarmônica. Compositores e músicos que insistissem em tocá-lo corriam até o risco de ir parar na fogueira! “Naquela época, a música tinha que ter um ideal de pureza. Como o trítono era muito dissonante, acabou sendo chamado de diabolus in musica, pois iria contra a lei de Deus, que é a lei da harmonia”, explica o músico paulista David Diniz Loubeh. Passado o período das trevas medievais, o trítono foi “absolvido”, podendo ser ouvido hoje em várias canções, como na abertura da música Purple Haze, do roqueiro Jimi Hendrix. Ou, claro, em qualquer encruzilhadazinha à meia-noite…

Aprenda como fazer o trítono, o “acorde do tinhoso”, no violão

1. Com o indicador, pressione a corda seis, a mais grave, na primeira casa (nota Fá)

2. Com o dedo médio, aperte a corda cinco na segunda casa, bem próximo ao traste (nota Si)

3. Dedilhe seguida e simultaneamente as duas cordas e repare no sonzão dissonante que vai rolar