GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Playlist: 4 coisas legais para ver, ler e jogar em setembro

A triste história da Amazônia, um autista na solidão do espaço, um game sobre telecinese - e o livro que reúne as maiores burradas de todos os tempos

Um autista no espaço

O astronauta Roy (Brad Pitt) detesta a vida na Terra, e encontra sua paz sozinho na imensidão do Universo. Sente falta de uma única pessoa: seu pai, Clifford (Tommy Lee Jones), que morreu numa missão a Netuno 20 anos antes. Mas isso muda quando Roy é enviado para procurar o pai – que não só não morreu, como pode ter se tornado uma ameaça à humanidade. Ficção científica inspirada no romance Coração das Trevas, de Joseph Conrad: o mesmo em que Francis Ford Coppola baseou Apocalypse Now.

Ad Astra. Estreia nos cinemas dia 19/09.

***

 (Control/Divulgação)

A força do Estado – e da mente

O governo dos EUA dominou a telecinese (capacidade de mover objetos com o pensamento) e pretende usá-la como arma. Mas isso provoca o surgimento de uma força estranha, que causa distorções no espaço-tempo e mata todo mundo. Essa é a premissa do novo game do estúdio finlandês Remedy, o mesmo de Alan Wake e Quantum Break: duas obras-primas que não alcançaram todo o público que mereciam, pois só foram lançadas para Xbox. Agora os finlandeses estão livres da exclusividade – e prometem um jogo memorável.
Control. Para PC, PS4 e Xbox One. US$ 60.

***

 (Editora Record/Divulgação)

A triste história da floresta

Os primeiros humanos chegaram à Amazônia em 15.000 a.C. Quando os europeus desembarcaram por ali, milênios depois, já existia um conjunto de sociedades complexas, com alta densidade populacional e conhecimentos técnicos surpreendentes. Neste livro detalhado e ao mesmo tempo acessível, o escritor Márcio Souza mapeia todas as transformações da floresta até os dias atuais: com seringueiros, traficantes e desmatadores disputando espaço no coração da natureza.
História da Amazônia: do período pré-colombiano aos desafios do século XXI. R$ 54,90.

***

 (Reprodução/Divulgação)

“Os pássaros são animais do capitalismo”,

diziam os cartazes impressos em 1958 pelo governo chinês, que queria exterminar os pardais do país (pois eles comiam grãos, que poderiam alimentar pessoas). Em um ano, 1 bilhão de pardais foram mortos. E isso causou uma explosão no número de gafanhotos, que devastaram a agricultura, e levou à Grande Fome Chinesa, que matou dezenas de milhões de pessoas. Neste livro, o jornalista inglês Tom Philips conta essa e outras histórias das burradas mais inacreditáveis já cometidas.
Humanos: uma breve história de como f**emos com tudo. R$ 44,90.