GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Qual é o quadro mais caro da história?

640px-Paul_Cezanne_Les_joueurs_de_cartes 640px-Paul_Cezanne_Les_joueurs_de_cartes

640px-Paul_Cezanne_Les_joueurs_de_cartes (/)

É Os Jogadores de Carta, do francês Paul Cézanne, que foi vendido por mais de US$ 250 milhões em 2011. A obra, feita entre 1890 e 1895, pertencia ao magnata grego George Embiricos e foi adquirida por essa “pechincha” pela família real do Catar, país que pretende virar uma referência mundial em arte. Especialistas do setor estimam que, nos últimos anos, a família real tenha gastado US$ 1,6 bilhão na aquisição de obras de arte. Especula-se, aliás, que ela tenha sido a compradora de O Grito, de Edvard Munch, outra peça que está no top cinco das mais caras da história (US$ 120 milhões) e teve o nome de seu novo dono mantido em sigilo. Os Jogadores de Carta faz parte de uma série que tem mais quatro peças espalhadas em diferentes museus: o Metropolitano de Arte de Nova York, o D’Orsay, de Paris, o Courtauld, de Londres, e a Barnes Foundation, da Filadélfia (EUA).

TAMBÉM CUSTARAM UMA FORTUNA:

N.5

Jackson Pollock

US$ 151,4 milhões

MULHER III

Willem de Kooning

US$ 148,7 milhões

RETRATO DE ADELE BLOCH-BAUER I

Gustav Klimt

US$ 146 milhões