Clique e assine a partir de 8,90/mês

Tom Zé

O mais original dos compositores brasileiros elegeu cinco discos que o inspiram. E um que o irrita.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h48 - Publicado em 30 abr 2001, 22h00

Os melhores

1. Chico Buarque de Hollanda, vol. 3, de Chico Buarque

“Chico canta essa imensa canção brasileira, Retrato em Branco e Preto, dele e de Jobim.”

2. A Voz e o Violão de Villa-Lobos (regido por Michael Tilson Thomas)

Continua após a publicidade

“O disco contém a maravilha que é o Choro Número 10, de Villa-Lobos.”

3. Ave Verum Corpus de Mozart (pela Sigiswald Kuijken)

“Ave Verum Corpus puxa você do chão como um sacro elevador descontrolado.”

4. L’Agonie du Languedoc, de Claude Martí

Continua após a publicidade

“Canções provençais, medievais, interessantes, violentas. Roqueiro empata ou perde.”

5. A Morte e a Donzela de Schubert (pelo Collegium Aureum)

“O famoso quarteto em ré menor de Schubert.”

O pior

Continua após a publicidade

An Album of Medieval Carols

“Uma pena, são lindas canções, mas sem nenhum dado da regência nem dos cantores. Deve ter sido feito correndo, de olho nas vendas natalinas, misturando disco bom com panetone de ínfima categoria.”

Publicidade