GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

20 fatos que você ainda não sabia sobre a Hershey’s

*

No Brasil há duas décadas, a marca que é a felicidade dos chocólatras já fez história no cinema, tem uma cidade com o seu nome e até um parque de diversão! A seguir, conheça algumas curiosidades sobre essa gigante dos chocolates, responsável por fabricar preciosidades deliciosas como Cookies’n’Creme e Reese’s Pieces.

Fundada em 1894, no estado da Pensilvânia (EUA), pelo confeiteiro Milton S. Hershey, a marca que leva o nome do seu fundador é hoje a maior produtora de chocolates da América do Norte e a terceira do mundo! São 124 anos de vida – sendo 20 com presença no Brasil, mais de 2 mil itens em seu portfólio, operação em 90 países e, claro, muitas boas histórias para contar.

1. Um jovem falido... mas persistente

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Milton Hershey era apenas um garoto quando começou a trabalhar como aprendiz de confeiteiro. Depois de ser demitido de seu primeiro emprego, em uma gráfica, sua mãe e sua tia incentivaram que o jovem fosse trabalhar como ajudante em um negócio de doces. Quatro anos depois, aos 19, ele decidiu alçar novos voos: mudou-se para a Filadélfia, onde abriu uma pequena loja de bombons. O empreendimento sobreviveu por seis anos e fechou as portas. Persistente, ele não desistiu. Ganhou experiência até chegar à Nova York e tentou mais uma vez atuar no ramo de confeitaria. Mas, apesar do sucesso inicial, o empreendimento não decolou.

2. Caramelos da sorte

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Aos 37 anos e com duas falências no currículo, Milton Hershey decidiu tentar de novo. Desta vez, fabricando caramelos saborosíssimos! Logo, a Crystal A. Caramels tornou-se um sucesso, empregando mais de 1.400 pessoas e exportando para toda a América e Europa. Entretanto, a vontade de fabricar chocolates nunca desapareceu, e o confeiteiro americano decidiu investir em uma máquina capaz de produzir cobertura de chocolate para os seus caramelos, chocolate em pó e chocolate para uso culinário. Assim teve início a deliciosa história de sucesso da The Hershey Chocolate Company.

3. Hershey: o lugar mais doce da Terra!

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Colhendo os frutos de seu mais novo negócio, Milton Hershey comprou diversas terras em sua cidade natal, Derry Township, no estado da Pensilvânia. A priori, sua ideia era construir uma fábrica de chocolate próxima às fazendas produtoras de leite, já que o ingrediente fresco é essencial para a produção de um chocolate ao leite de qualidade. Preocupado também com o bem-estar de seus funcionários, o empresário investiu em diversas facilidades, trazendo mais casas, escolas, parques e até um sistema de transporte público para a região. Não à toa a cidade foi rebatizada em homenagem à companhia que lhe trouxe tanto desenvolvimento. Hoje, além de abrigar mais de 14 mil habitantes, o município é um destino de férias, com hotéis, parques, jardins e um delicioso cheirinho de chocolate!

4. A Escola Milton Hershey

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

O fundador de uma das principais marcas do mundo deixou a escola ainda jovem e nunca conquistou o sonhado canudo universitário. Entretanto, ele sempre soube do poder transformador do ensino. Pensando nisso, fundou junto com sua esposa, Catherine, uma escola para crianças órfãs, em 1909. Sem filhos, o casal deixou todos os seus bens para a Escola Milton Hershey, cujos alunos eram considerados sua verdadeira família. Referência de ensino até hoje, a instituição tem matriculadas mais de 2 mil crianças de baixa renda.

5. Força extra para os soldados

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Apesar de os combates da Segunda Guerra Mundial terem começado em 1939, foi só após o ataque japonês contra a base naval de Pearl Harbor, localizada no Havaí, que os americanos entraram oficialmente no conflito, em 1941. No front, a alimentação dos soldados era um dos pontos mais complicados da batalha, devido às dificuldades com o transporte e a conservação da comida. Para reforçar o cardápio dos combatentes, feito basicamente de “rações” que substituíam refeições completas, a Hershey produziu 1 bilhão de barras de chocolate, que foram distribuídas durante a guerra. Batizados primeiramente de “Ração D”, os chocolates pesavam cerca de 60 g e dificilmente derretiam. Depois, as barras passaram a se chamar “Chocolate Tropical”, tendo um sabor mais agradável que a sua primeira versão.

6. Parceiros de Rose e Jack

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Uma embarcação “inafundável”. Era esse o termo utilizado para descrever o luxuoso RMS Titanic, operado pela empresa White Star Line, quando o navio zarpou do Porto de Southampton, na costa sul da Inglaterra, em 10 de abril de 1912. Ninguém contava que, cinco dias depois, a embarcação fosse naufragar com 1.500 passageiros a bordo, após colidir com um iceberg, no caminho entre a França e a Irlanda. Com passagens compradas para a primeira classe do Titanic, Milton Hershey e Catherine desistiram de seus postos aos 45 minutos do segundo tempo! Quem visita o museu The Hershey History pode conferir os documentos que confirmam a reserva.

7. Um doce parque de diversão

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Inaugurado em 1907, o Hersheypark® foi mais uma benfeitoria de Milton Hershey. A ideia era oferecer um ambiente agradável para que os funcionários de sua fábrica pudessem relaxar durante os períodos de folga. Considerado um dos parques mais antigos dos Estados Unidos, recebeu a sua primeira montanha-russa no ano de 1923 – hoje já são 12! Com mais de 70 atrações, incluindo brinquedos aquáticos, zoológico, shows diários e restaurantes, mais de 3 milhões de visitantes passam por ali durante todo o ano.

8. Entre e fique à vontade

Pensando em incluir a cidade de Hershey no seu roteiro de férias? Então saiba que para uma experiência ainda mais doce e completa a dica é hospedar-se no imponente Hotel Hershey. Inaugurado em 1933, com um jantar especial para 400 convidados, sua fachada foi inspirada em um hotel egípcio a pedido de Catherine. Com 276 quartos, o estabelecimento oferece diversas facilidades, como spa, piscinas e campo de golfe. Outra possibilidade de estadia para quem visita a cidade é o Hershey Lodge, construído em 1967. Hoje são 665 quartos e opções de recreação que incluem piscina coberta, academia e restaurantes.

9. Os nerds também amam

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Avenida do Chocolate, cidade de Hershey, Pensilvânia. Certamente não existe endereço mais apropriado para o incrível museu The Hershey Story! Visitado por crianças e adultos de todo o mundo, o espaço apresenta experiências multimídia, degustação de chocolates e até um laboratório para quem adora colocar a mão na massa – ou melhor, no chocolate. Eis uma maneira deliciosa de mergulhar no universo de Hershey’s e sua rica história.

10. De Hershey para o mundo

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Agora você já sabe que a marca que é sinônimo de chocolate tem até uma cidade onde essa gostosura é atração principal. Mas, se você está longe de Hershey, na Pensilvânia, pode ter o delicioso gostinho da marca visitando uma de suas nove lojas temáticas, distribuídas pela América do Norte, Oriente Médio e Ásia. Uma das mais clássicas – e também a primeira a ser inaugurada – está localizada na famosa região da Times Square, em Nova York, tendo em sua fachada um dos maiores letreiros luminosos da avenida. Além de degustar inúmeras gostosuras, os chocólatras podem levar para casa brinquedos, roupas e muitos souvenires inspirados no mundo de chocolate da Hershey’s.

11. Beijinho doce

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Todo santo dia, 70 milhões de pequenos chocolates em forma de gota e que cabem perfeitamente em uma mordida são produzidos na maior e mais tecnológica fábrica de chocolates do mundo. São os clássicos Hershey’s Kisses! Essa gostosura foi lançada em 1907 e, inicialmente, cada bombom era embrulhado à mão. O processo só mudou em 1921, com a compra de uma máquina que automatizou o processo e incluiu aquela fita com a marca estampada em sua ponta. Aliás, até hoje ninguém sabe ao certo a origem do nome do produto. Uns dizem que seria por conta do som de beijos (“kiss”) que uma das máquinas faz durante a produção. Outros acreditam que, antigamente, a palavra “kiss” era usada para se referir a doces bem pequeninos.

12. Libertas de chocolate

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Patrimônio Mundial da Unesco e um dos pontos turísticos mais famosos do mundo, a Estátua da Liberdade, cujo nome real-oficial é A Liberdade Iluminando o Mundo, foi um presente da França para o povo americano. Imponente, a escultura traz a imagem da deusa romana Libertas carregando uma tocha e também uma tábula, sob a qual aparece a data da Declaração da Independência dos Estados Unidos (4 de julho de 1776). Medindo 46,5 metros – sendo 1,37 metro apenas de nariz, a Estátua poderia ganhar 350 réplicas todos os anos, com a quantidade de chocolate utilizada para produzir os bombons de Hershey’s Kisses consumidos apenas nos Estados Unidos.

13. International Chocolate Day

Falemos a verdade: para quem ama chocolate, todo dia é dia! Entretanto, 13 de setembro, dia do nascimento do Sr. Milton Hershey, foi a data estipulada para celebrar essa gostosura que acumula fãs em todo o mundo.

14. Fãs intergalácticos

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

E.T., phone, home! Foi no clássico filme de Steven Spielberg, lançado em 1982, que a Hershey promoveu uma das inserções de produto mais famosas da história da publicidade. Na trama, o garotinho Elliot utiliza as deliciosas balas Reese’s Pieces como iscas para atrair o desengonçado e misterioso extraterrestre. Na época, as embalagens da guloseima também ganharam a imagem do E.T. e o sucesso foi absoluto!

15. Chocolate no gelo

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Museu, escola, hotéis, parque de diversão. Apesar de extensa, ainda faltava algo na lista de realizações do Sr. Milton Hershey: um time de hockey! O Hershey Bears (não confunda com bars – ou barras!) foi criado em 1932 com o intuito de fomentar o esporte e desenvolver os atletas de hockey da região. Onze vezes campeões do Calder Cup, troféu concedido ao vencedor da Liga Americana de Hockey, seu título mais recente foi conquistado no ano de 2010.

16. Aqui temos paçoca!

A Hershey desembarcou no Brasil importando produtos clássicos do portfólio americano, como as barras Almond Joy, Hershey’s Ao Leite e os tradicionais Kisses. Para a parceria entre americanos e brasileiros dar ainda mais certo, a marca decidiu inaugurar sua primeira fábrica tupiniquim na cidade de São Roque (SP), e investir em pesquisas para compreender o paladar dos brasileiros. Diferentemente dos chocolates Hershey’s nos Estados Unidos, que são feitos com leite fresco, as delícias vendidas aqui passaram a contar com leite em pó na receita para agradar ainda mais. Logo surgiram inovações, como incorporar o sabor paçoca em uma versão brazuca do sucesso mundial Reese’s. Hoje repaginado com o nome de Hershey’s Go! Paçoca, os bombons com sabor do doce de amendoim continuam um sucesso!

17. Aha, uhu! O IO-IÔ Crem é nosso!

Isso mesmo. Desde julho de 2001 que a Hershey é a detentora dessa gostosura, que combina em um potinho metade sabor de chocolate com avelã e metade de chocolate branco. Dá para sentir o gostinho da nossa infância na ponta dos dedos!

18. Muito além do chocolate

Chocolate, caramelo, biscoito, tudo isso é muito importante. Mas o portfólio da Hershey não é feito apenas de doces. Nos Estados Unidos, a empresa é detentora da marca Krave, responsável por produzir snacks variados e saudáveis, perfeitos para matar aquela fominha que surge ao longo do dia. Tem sabor de churrasco, chipotle e chili limão.

19. Não para, não para, não para, não!

-

(Victor Beuren/Abril Branded Content)

Passado mais de um século desde a sua fundação, a Hershey não para de inovar. A marca é a criadora do sabor queridinho Cookies’n’Creme, uma deliciosa invenção com base de chocolate branco e pedaços crocantes de cookies, que hoje está presente em coberturas de wafers, sorvetes Kibon, biscoitos Bauducco e até mesmo em esfihas Habib’s! Além disso, a Hershey trouxe ao mercado, em 2017, o Chocolate Gold. Inspirado na riqueza de uma barra de ouro, tem um sabor único, resultado da combinação de três ingredientes nada óbvios: caramelo, amendoim e pedaços levemente salgados de pretzel.

20. Cacau para o bem

A Hershey está focada em contribuir com fontes sustentáveis para a produção de sua principal matéria-prima, o cacau, mantendo a transparência com seus consumidores e parceiros. Por isso, a companhia lançou, em 2018, uma estratégia chamada “Cocoa for Good”, cujo objetivo principal vai além da sustentabilidade e preservação do ecossistema, ajudando na construção de comunidades prósperas, com apoio às crianças, aos jovens e às mulheres principalmente. Até 2030, um montante de 30 bilhões de dólares será investido em comunidades cacaueiras na África Ocidental, com foco em quatro pontos estratégicos. São eles:

  1. Aumentar o acesso a alimentos nutritivos, evitando problemas graves como anemia, que afeta 1,6 bilhão de pessoas em todo o mundo;
  2. Eliminar o trabalho infantil, pois nas comunidades produtoras de cacau as crianças de 14 a 17 anos correm o maior risco;
  3. Capacitar economicamente as mulheres. Na região da África Ocidental, elas representam 45% do trabalho agrícola de cacau, mas têm menos acesso a treinamento, serviços financeiros e terra do que os homens;
  4. Aumentar o agroflorestamento e o cacau cultivado na sombra, já que esse pode ser até 15 anos mais produtivo, quando comparado com o cacau cultivado em pleno sol.