Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

A origem da Casa de Windsor, a dinastia de Elizabeth II

Com Charles III, a dinastia de Windsor chega a seu quinto monarca. Conheça a origem da Casa e o caminho sucessório até o novo rei.

Por Leo Caparroz
Atualizado em 20 set 2022, 22h28 - Publicado em 19 set 2022, 18h03

O funeral da rainha Elizabeth II aconteceu nesta segunda (19). O caixão deixou o Westminster Hall e prosseguiu até a Abadia de Westminster, onde foi realizada uma missa. Em seguida, o corpo foi enterrado na cripta real da capela de São Jorge, que fica dentro do castelo de Windsor – castelo que deu o nome à família real, e não o contrário.

O nome Windsor foi adotado pela família real britânica em 1917; até aquele momento, a dinastia vigente chamava-se Saxe-Coburgo-Gota, de origem alemã. A denominação foi alterada porque um dos aviões usados pela Alemanha na Primeira Guerra Mundial tinha um nome similar: Gotha G.IV. Ele era um bombardeiro pesado, muito utilizado pela nação da tríplice aliança. Com o avançar da guerra, o sentimento anti-alemão cresceu – e a última coisa que a família real queria era ser associada com o inimigo.

Através de uma proclamação, no dia 17 de julho de 1917, o rei George V (avô de Elizabeth II) declarou não só o novo nome da dinastia, mas dispensou também o uso dos títulos germânicos: “Nós, tendo levado em consideração o nome e título de nossa Casa Real e Família, determinamos que doravante Nossa Casa e Família serão denominadas e conhecidas como Casa e Família de Windsor; e determinamos ainda para nós mesmos e em nome de nossos descendentes para renunciar e descontinuar o uso de todos os títulos e dignidades alemãs.”

Originalmente construído no século XI, o castelo sempre teve ligação com a família real britânica. Ele é, desde essa época, usado pelo atual monarca, sendo o palácio por mais tempo ocupado da Europa. Assim, quando a realeza decidiu trocar de nome, provavelmente optou por algo que já estava vinculado aos monarcas.

Naturalmente, o primeiro Windsor foi George V, responsável pela mudança de nome, e que reinou de 1910 até 1936. Seu filho, Edward VIII o sucedeu em um curto reinado, que durou apenas dez meses: ele abdicou do trono para se tornar o terceiro marido da socialite americana Wallis Simpson, uma relação que a igreja da época não aprovava. Assim, Edward passou a coroa para seu irmão, George VI, que reinou até sua morte, 15 anos depois.

Brasão da Casa de Windsor.
O Brasão da casa de Windsor, que substitui a antiga dinastia. (Wikimedia/Domínio Público)

Se Edward teve o reinado mais curto da história da monarquia britânica, sua sobrinha foi o oposto. A rainha Elizabeth II (filha de George VI) foi quem ficou mais tempo no trono na história da família real: 70 anos e 214 dias. Ela também foi a mulher com reinado mais longo da história, e a segunda entre qualquer monarca – perde apenas para o francês Luís XIV, que ficou no trono por 72 anos.

A coroa agora é posse de Charles III, filho de Elizabeth II com o príncipe Philip. Com 73 anos, ele é a pessoa mais velha a assumir o trono, e tem o legado carismático de sua mãe para tentar manter.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.