GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Ano 3: Um outro Lost

Cada vez mais misturando ficção e realidade, o seriado muda o foco. Vem aí o amor nos tempos de Lost

Paulo Terron

Com um final de segunda temporada que mais complicou do que explicou, os criadores de Lost têm opções infinitas para a terceira. O que se sabe com certeza é que novos sobreviventes do acidente de avião serão conhecidos e que o foco principal passará aos Outros (sendo que o elenco principal terá bem menos flashbacks).

Uma dica poderosa vem do ator Michael Anderson, que interpreta Henry Gale. “Só recebemos o roteiro pouco antes das gravações, então não estamos muito à frente dos telespectadores. Acho que na terceira temporada os Outros vão ser mais… amigáveis. Possivelmente será mostrado que eles não são exatamente o que pensam sobre eles. Nos novos episódios deve haver um balanço entre o acampamento dos Outros e o dos sobreviventes”, deixou escapar, em entrevista recente.

O problema é que, segundo boatos que borbulham pela internet, e já que os produtores levam em conta a opinião do público, pode haver dois grupos de Outros…

“Podem existir rebeldes, que tenham dito ‘Não vamos mais fazer isso!’”, explica Anderson. Só precisamos descobrir o que o “isso” significa. Nas questões mais técnicas, a rede ABC já definiu que haverá menos interrupções entre os capítulos. A série volta a ser exibida – nos EUA – em 4 de outubro. Nesta primeira fase, serão 6 semanas, com o mesmo número de episódios. Os 17 restantes só irão ao ar a partir de fevereiro de 2007.

“É hora de detonar várias teorias sobre Lost”, contou o criador Damon Lindelof ao jornal New York Times. “Quem acha que eles (os sobreviventes) estão no purgatório ou são parte de uma experiência vai ter de repensar isso tudo, já que vamos mostrar explicitamente o mundo exterior.”

Os autores dos roteiros do programa fizeram muitas reuniões para definir as principais histórias a serem exploradas no futuro, segundo contou o produtor executivo Bryan Burk ao site Sci-Fi Wire. Só que… “Ainda sentimos que estamos no mesmo ponto em que estávamos anos atrás. Os detalhes mudam, novos personagens aparecem toda hora… Mas a grande jornada que carrega o seriado é a mesma que criamos tempos atrás.”

Mas uma questão deve ser mais bem resolvida no decorrer da próxima temporada do seriado. “Estou empolgado com o amor na temporada 3”, conta Burk. “Não se esqueça de que aquelas pessoas estão na ilha há mais de 60 dias. Agora, obviamente, já se conhecem melhor. O amor vai prevalecer em Lost.”