GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

De Roma ao latino

Texto Rodrigo Rezende

ROMA

Para virar a cidade mais poderosa do mundo na Antiguidade, Roma se especializou em dar porrada, mas o bom governo também ajudava. Uma das chaves para isso era um grupo de 300 cidadãos das principais famílias romanas, que cuidava da legislação e dirigia a política externa. Esse grupo ficou conhecido como o…

SENADO

Os senadores eram sempre maiores de 40 anos (a origem da palavra é a mesma de “senil” em português – sabe como é, no século 6 a.C. gente com essa idade era considerada velhinha). Eles reuniam toda a experiência política da elite romana e mantinham o equilíbrio do governo, evitando o domínio de uma só pessoa. Não é à toa que a instituição foi ressuscitada na fundação dos…

EUA

Os revolucionários que criaram o país eram fãs de carteirinha da República romana e queriam que seu Senado tivesse a mesma cara do antigo: uma “tropa de elite” formada por macacos velhos da política. No século 20, um desses senadores, Ted Kennedy, foi um dos responsáveis pela aprovação de uma lei que fez explodir a…

IMIGRAÇÃO HISPÂNICA

A lei defendida por Kennedy em 1965 acabava com as cotas de nacionalidade na imigração para os EUA (antes, tinha preferência quem era dos países do norte da Europa Ocidental). Resultado: uma enxurrada de recém-chegados legais e ilegais do México, da América Central e do Sul. A maioria falava espanhol, mas entre eles estava um certo…

LATINO

Ou Roberto de Souza Rocha, como diz o RG do cantor carioca. Ao viver nos States, ele ganhou o apelido de Latino, que é como os americanos chamam toda e qualquer pessoa nascida ao sul da fronteira deles com o México. Ironia das ironias: é a mesma palavra usada originalmente para designar o povo que fundou Roma e que acabou valendo para os povos que falam línguas derivadas do latim.