GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Direitos Violados – Vou não, quero não, posso não…

...Meu país não deixa não! Mais de 50 nações do planeta ainda vivem sob governos autoritários. Veja no mapa o que é proibido (e o pouco que é liberado) em alguns dos regimes mais fechados do mundo

ARÁBIA SAUDITA

O CABEÇA – Desde 2005, é o rei Abdullah, herdeiro de Fahd, que ficou 23 anos no trono. Desde 1926 vigora a monarquia islâmica.

É PROIBIDO – Publicar texto que atente contra a reputação das autoridades ou incite a revolta – nada de distribuir panfletos na universidade. Mulheres não podem dirigir.

TÁ LIBERADO – Ter site e blog. Porém – sempre tem um porém – o governo deve conceder uma licença prévia.

SÍRIA

O CABEÇA – O presidente Bashar al-Assad – em 20 00 substituiu o pai, que estava n o p oder desde 1 97 1.

É PROIBIDO – Manifestar opinião. O governo ve tou os protesto s e manda bala nos que estão nas ruas pedindo a queda do regime.

TÁ LIBERADO – Acessar o Facebook e o YouTube (só desde 2011). As redes têm fei to a d ife rença na organização das manifestações , mas também servem para o serviço secreto e spionar os rebeldes.

SUDÃO

O CABEÇA – O ditador Omar al-Bashi r, que assumiu em 1989.

É PROIBIDO – Noticiar. Jornalistas correm risco de ser sequestrados e mortos. Em 2009, uma jornalista sudanesa levou 40 chibatadas por ter usado uma calça jeans.

TÁ LIBERADO – Na teoria, há liberdade religiosa. Mas negros cristãos e animistas vivem aterrorizados pelas milícias muçulmanas, que já mataram 300 mil em conflitos religiosos desde 2003.

IÊMEN

O CABEÇA – Até o fechamento desta edição, era Ali Abdullah Saleh, no poder desde 1978 – o povo está tentando derrubá-lo.

É PROIBIDO – Ser gay (como em outros países islâmicos). Sexo entre pessoas do mesmo gênero rende pena de morte – já a corrupção no governo não dá em nada.

TÁ LIBERADO – Casar-se à força com meninas de 9 anos. Uma lei que limita o matrimônio a maiores de 17 anos ainda não foi aprovada.

TURCOMENISTÃO

O CABEÇA – O presidente Gurbanguli Berdymukhamedov. O país vive uma falsa democracia há 20 anos, desde o fim da União Soviética.

É PROIBIDO – Fundar um partido. Lá só existe um, o Partido Democrático (haja ironia) do Turcomenistão.

TÁ LIBERADO – Acessar a internet e ter celular – se bem que em dezembro de 2010 o governo bloqueou o sinal das operadoras móveis. Sal, água e gás são de graça.

COREIA DO NORTE

O CABEÇA – Kim Jong-iI, no poder desde 1994, em substituição ao pai, Kim iI-sung, que tinha assumido em 1948.

É PROIBIDO – Assistir futebol, filme… É que as TVs norte-coreanas sintonizam só o canal estatal, exclusivo para propaganda socialista.

TÁ LIBERADO – Cinema e teatro. Mas só há enredos pró-governo. Andar pela rua pode – até as 19h, quando a iluminação pública é desligada.

IRÃ

O CABEÇA – O aiatolá Ali Khamenei é o líder supremo e Mahmoud Ahmadinejad, o presidente. Desde 1979 o país é uma república islâmica, mas o povo tem contestado o governo e passado apertos com a polícia.

É PROIBIDO – Álcool e festas públicas. Dançar e paquerar, só em casa – com janelas bem vedadas.

TÁ LIBERADO – Caprichar na maquiagem. Como as mulheres iranianas não podem mostrar os cabelos em público, arrasam no blush.

MIANMAR

O CABEÇA – Em março, a junta militar que estava no poder desde 1988 foi substituída por um presidente, Thein Sein, general do Exército. Trocaram 6 por meia dúzia.

É PROIBIDO – Qualquer serviço gratuito de e-mails, como o Gmail. A própria infraestrutura para a internet é bastante limitada.

TÁ LIBERADO – Meditar nos templos budistas, embora os monges sejam violentamente reprimidos por apoiar o movimento pró-democracia.

BAHREIN

O CABEÇA – O rei Hamad bin Isa al-Khalifa, desde 2002. Sua dinastia governa o país desde 1973.

É PROIBIDO – Reality shows. Em 2004, o Big Brother local foi vetado por ser considerado indecente. No Bahrein, só o rei pode mandar alguém para o paredão.

TÁ LIBERADO – O GP de Fórmula 1, em Sakhir, mas sem champanhe no pódio. E ste ano os conflitos pela democratização quase levaram ao cancelamento do evento.