GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Dos Maias ao Tim Maia

Texto Rodrigo Rezende

Maias

Tenochtitlán, México, 1518. Nas ruas da cidade, o espanhol Hernán Cortés observa com desdém um povo “primitivo”, que “desconhece até a roda!” Ele ignorava que, 600 anos antes, florescera por lá uma civilização capaz de deixar a astronomia ocidental no chinelo: os maias. Aí resolveu detonar tudo. Resultado: não sobrou quase nada da cultura maia. Mas, por sorte, um pouco dela caiu nas mãos de…

Richard Feynman

O que você costuma fazer na lua-de-mel? Na certa, não tem nada a ver com o que o físico Richard Feynman (1918-1988) fez: passou dias trancafiado no hotel fritando os neurônios com um código maia. Se você achou isso o cúmulo da nerdice, não conhece Feynman. Acredite se quiser, o homem que revolucionou a física quântica já participou até de…

Escola de Samba

“O primeiro Nobel da Escola de Samba de Copacabana.” Era o que estava escrito em uma faixa no Aeroporto do Galeão quando o cientista “terror das aeromoças” retornou ao Brasil após a visita que fez na década de 1950. “Isso é perfeito! Quero um drink agora mesmo!”, pensou Feynman, às 15h30, em Copacabana. Caiu no samba, vestido de grego na?avenida Rio Branco, mas não chegou a conhecer uma certa rua da…

Tijuca

Do Leme ao Pontal, não havia nada igual ao que surgiu nessa rua: os Sputniks, grupo formado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos, e um cara que dizia ser “preto, gordo e cafajeste, formado em cornologia, sofrências e deficiências capilares”. Esse cara resolveu fazer o caminho inverso de Feynman e migrar do Brasil para os EUA. O nome dele? Alguns chamam de “síndico”, mas a maioria o conhece por…

Tim Maia

“Roberto comprando seu?8º?carro, Erasmo se dando bem, e eu roubando cadeira e ‘puxando etapa’ nos EUA”, disse Tim a respeito do período em que ficou preso nos “esteites”. Quando voltou ao Brasil, entrou em uma viagem ainda maior: tornou-se adepto da Cultura Racional, movimento místico que prega o poder da natureza, dos astros e dos seres do além. Adivinhe quem também tinha essas crenças? O povo maia.