GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Lixo na arte

Olhe de longe. Agora olhe de perto. Com esse jogo de cena, o fotógrafo americano Chris Jordan aproveita para chamar a atenção para os milhões de objetos que se acumulam no planeta, bem distante do alcance dos seus olhos

Texto Dora Filevi

Homens de lata

Até parece uma pintura. Mas é só chegar perto da imagem para ver que ela é inteiramente feita de latinhas. Ao todo, foram fotografadas 106 mil latas de alumínio, a mesma quantidade que é jogada no lixo nos EUA a cada 30 segundos. Obra de arte do fotógrafo americano Chris Jordan, autor deste ensaio sobre o desperdício na sociedade de consumo americana.

Rastros no ar

Da montagem de milhares de pequeninas fotos, uma nova imagem ganha forma. Como esta, com 11 mil rastros de avião, o número de vôos comerciais que acontecem nos EUA em 8 horas. Uma maneira de mostrar que a degradação ambiental é resultado do efeito cumulativo das ações de cada um de nós.

Os sacos da vida

As estatísticas sobre o desperdício de qualquer produto assustam. Mas não causam tanto impacto como quando são mostradas visualmente, como estas 60 mil sacolas plásticas, que, segundo pesquisas, são descartadas a cada 5 segundos pelos americanos. Prova de que uma imagem forte vale mais do que 1 000 números.

Sem sinal

Lembra uma tela de televisão fora do ar. Mas adivinhe o que é? São 426 mil celulares, a quantidade absurda de aparelhos que saem de circulação todo dia nos EUA. As fotos foram exibidas em grandes painéis com a intenção de sensibilizar o espectador.

Mar de garrafas

Cinco minutos é o tempo que você leva para ler este ensaio (bem devagar). O mesmo tempo que leva para serem jogadas fora 2 milhões de garrafas plásticas, só nos EUA. Estas e outras imagens fazem parte da exposição Running the Numbers, an American Self Portait, de Chris Jordan.

Para saber mais

Site oficial do fotógrafo

http://www.chrisjordan.com