GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Manias – De perto eles são menos normais ainda

Não basta ser cruel. Boa parte dos ditadores cultiva paranoias, obsessões e caprichos que deixam bem claro: os caras não são bons da cabeça

INVAR DE CAMAS

IDI AMIN DADA (GOVERNOU UGANDA DE 1971 A 1979). O MARECHAL NÃO PENSAVA DUAS VEZES: QUANDO QUERIA TRANSAR COM UMA MULHER, MANDAVA EXECUTAR O MARIDO (O QUE É MAIS UM ENTRE 100 MIL TORTURADOS, MORTOS E JOGADOS NO NILO?). SE ELA SE RECUSASSE A CEDER AO DITADOR, ERA ESTUPRADA, MUTILADA E PODIA ATÉ TER A CABEÇA MANDADA PARA A GELADEIRA.

HOOLIGAN POLÍTICO
Than Shwe (governou Mianmar de 1992 a 2011). Essa foi vazada pelo Wikileaks. Em 2009, o líder da junta militar birmanesa cogitou comprar o clube de futebol Manchester United por US$ 1 bilhão – isso em meio a críticas da ONU pela demora em reconstruir as moradias das vítimas de um ciclone que, no ano anterior, matou 140 mil por lá.

SENHOR DO TEMPO
Saparmurat Niyazov (Turcomenistão, de 1985 a 2006). Não bastasse dar a si mesmo o nome Turkmenbashi (“Pai dos Turcomenos”), Niyazov decidiu, em 2002, rebatizar os meses do calendário. Janeiro ficou com o seu nome mesmo, Turkmenbashi, epípeto que já era usado para nomear escolas, aeroportos, cidades e até um meteorito. Abril recebeu o nome de Gurbansoltan – sua mãe, que morreu nesse mês. Depois da morte do ditador, em 2006, ainda se passaram dois anos até que os meses recuperassem seus nomes originais.

DUCE, DULCÍSSIMO
BENITO MUSLINI (ITÁLIA, DE 1922 A 1943). Segundo os diários de sua amante Claretta Petacci, Mussolini chegou a ter 14 mulheres ao mesmo tempo – deitava-se até com 4 delas por noite, uma depois da outra. Triste com uma escapada do duce, Petacci teria ouvido: “Meu amor, não chore. Eu te adoro. Sou mau – bata em mim, machuque-me, mas não sofra.”

BICHO PAPÃO
François Duvalier, ou Papa Doc (governou o Haiti de 1957 a 1971). O temido médico aparecia em público vestido de Baron Samedi, uma divindade vodu, e colocava líderes religiosos na linha dizendo que era o Ser Imaterial, o poder supremo da religião. Criou a polícia dos tonton macoutes (“homens do saco”) que, segundo rumores, levavam cabeças de inimigos para Papa Doc “aprisionar” suas almas.

TAMANHO É DOCUMENTO
KIM JONG-IL (GOVERNA A COREIA DO NORTE DESDE 1994). A estatura do “Querido Líder” comunista não está à altura do poder que exerce. Suas medidas são segredo de Estado, mas especula-se que ele tenha entre 1,55 m e 1,65 m. Por isso, anda sempre de cabelo arrepiado e sapatos com salto de aproximadamente 12 cm.

25 BANHEIROS?
ROBERT MUGABE (GOVERNA O ZIMBÁBUE DESDE 1987). Em 2008, o ditador zimbabuano construiu nos subúrbios de Harare seu 5º lar: uma mansão de US$ 26 milhões com 25 banheiros, protegida por mísseis antiaéreos doados pela China. Nos anos 90, sua mulher já tinha usado o dinheiro de moradias populares para construir uma casa só para ela.

O “MANIENTO”
Em A Vida Privada do Camarada Mao, seu médico Li Zhisu revela que o ditador chinês era o rei dos caprichos

• Mao Tsé-tung passava quase todo o tempo na cama ou à beira da piscina. Ficava nu ou enrolado numa toalha por dias.

• Só dormia na própria cama de madeira, carregada em seu trem quando ia para o interior ou no avião até Moscou.

• Escovar os dentes pra quê? Mao só os esfregava com chá verde: “Tigres também não escovam”, argumentava. Sua arcada dentária era revestida por um sebo esverdeado, e até por isso Mao acabou perdendo todos os dentes.

• Organizava bailes em seu palácio duas vezes por semana, embora proibisse o povo chinês de dançar. Invariavelmente escolhia uma concubina ao final de cada um.

• Teve quatro esposas oficiais, mas teria se deitado com 3000 mulheres na vida. Acreditava que o sexo tântrico o conduziria a uma vida longa e saudável. Com tanta promiscuidade, o ditador foi culpado por uma epidemia de tricomoníase, uma DST que causa corrimento infeccioso na mulher, mas que no homem não tem sintoma. As concubinas? Gabavam-se da doença adquirida – prova da intimidade com o velho dragão.