GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Mito submerso

O arqueólogo e mergulhador Frank Goddio, do Instituto Europeu de Arqueologia Submarina, acaba de encontrar debaixo d·água a cidade perdida.

Ana Paula Corradini

Adeusa Afrodite prometeu ao príncipe troiano Páris a mulher mais linda do mundo, Helena. Como ela era casada – com Menelau, rei de Esparta –, Páris raptou-a para levá-la a Tróia, na atual Turquia, dando início à Guerra de Tróia. No caminho, o casal de amantes passou por Heráclio, uma cidade mítica, que não existe nos mapas, apenas nas obras dos escritores gregos, como a Odisséia, de Homero, e Helena, de Eurípedes. Ou melhor, não existia. O arqueólogo e mergulhador francês Franck Goddio, do Instituto Europeu de Arqueologia Submarina, acabou de encontrar debaixo d’água a cidade perdida, provando que a linha entre mito e realidade é mais fina do que se imaginava – uma grande enchente do Nilo teria sido a responsável pelo afundamento do lugar. Goddio, cujo currículo inclui feitos notáveis como a descoberta do palácio de Cleópatra, submerso na costa de Alexandria, e a do navio Oriente, nau capitânia da esquadra de Napoleão, achou Heráclio a 25 quilômetros da costa egípcia.

Pelas inscrições que encontrou, Goddio acredita que Heráclio foi uma cidade muito importante na rota entre Grécia e Egito.