GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Não confie em seus olhos

Sem truques nem poses, o paulistano Alexandre Órion intervém na paisagem urbana e faz a realidade parecer ficção.

Texto Marcos Nogueira

Alexandre Órion diz que uma definição precisa de seu trabalho seria “intervenção urbana seguida de registro fotográfico”. Isso significa que o artista primeiro deixa sua marca na paisagem da cidade – ao grafitar um muro, por exemplo – para depois congelar em foto um momento em que a população interage espontaneamente com essa obra. Não há direção de cena nem efeitos aplicados na imagem pronta. As intervenções se encaixam tão perfeitamente na ação real que causam, para quem vê o resultado final, a impressão de se tratar de uma trucagem. Quando isso ocorre, Órion comemora – ele quer mesmo confundir e provocar. “Se minhas verdades parecem mentiras, por que uma mentira não pode parecer verdadeira?”, diz ele.

Para saber mais

http://www.alexandreorion.com

Site de Alexandre Órion

Metabiótica

Exposição em cartaz até 21 de maio na Caixa Cultural (SBS Quadra 4, lotes 3/4, Brasília, DF)