GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O nosso primeiro abecedário

Mais de 2 000 anos antes de Colombo chegar à América, os olmecas já sabiam escrever

Lia Hama

Escavações realizadas no final dos anos 90 no México revelaram a primeira evidência de escrita nas Américas. A descoberta foi baseada em glifos (pictogramas gravados em pedra) encontrados num selo cilíndrico de cerâmica de 7 centímetros de comprimento e em fragmentos de uma placa de pedra verde. Os artefatos estavam no sítio arqueológico de San Andrés, perto de La Venta, na região do Golfo do México. Eles mostram que os olmecas, uma das primeiras civilizações da Mesoamérica (região que compreende o México e parte da América Central), já utilizavam a escrita em 650 a.C. – cerca de 350 anos antes do que se imaginava até então. A descoberta foi feita por um trio de arqueólogos americanos: Kevin Pope, da empresa Geo Eco Arc Research, de Maryland; Mary Pohl, da Universidade Estadual da Flórida; e Christopher von Nagy, da Universidade Tulane, em Nova Orleans. “Os olmecas foram uma das primeiras civilizações na Mesoamérica, os primeiros a ter uma arquitetura monumental e grandes centros urbanos. Seria estranho que eles também não tivessem usado a escrita”, afirmou Mary Pohl ao anunciar a descoberta, em 2002.

Segundo os pesquisadores, a forma de comunicação dos olmecas provavelmente deu origem à escrita de outras civilizações, como a dos maias. Na inscrição do selo de cerâmica aparece um pássaro e sinais que saem de seu bico, que significam: “Rei 3 Ajaw”. Para desvendar o prosaico significado, os pesquisadores fizeram associações dos pictogramas olmecas com hieróglifos maias. Um dos caracteres designa a palavra “rei”. O outro é uma data: 3 ajaw, ou o terceiro dia do “mês” ajaw, uma das subdivisões do “ano” olmeca. Os povos da Mesoamérica possuíam dois calendários: um astronômico, de 365 dias, e um religioso, de 260. Os reis tinham o hábito de adotar como nome a data de seu nascimento no calendário ritual. Pohl acredita que o selo seria utilizado para imprimir o símbolo do Rei 3 Ajaw em vestimentas, para os súditos mostrarem lealdade ao monarca.

Um enigma

Depois do apogeu,não se sabe como a civilizaçãochegou ao fim

Os olmecas (1300 a.C. a 400 a.C.) foram uma das primeiras civilizações pré-colombianas na Mesoamérica. Tidos como responsáveis por algumas das principais inovações culturais na região, como a construção de grandes centros urbanos, eles viveram nas terras quentes e úmidas da costa do Golfo do México, onde hoje estão localizados os Estados de Vera Cruz e Tabasco,no sul do país. As primeiras evidências da arte olmeca foram localizadas em San Lorenzo e datam de 1150 a.C.. O local é marcado por monumentos de pedra, entre os quais se destacam cabeças esculpidas com rostos lisos, lábios grossos e uma espécie de capacete. As esculturas, conhecidas como Cabeças Colossais, têm até 3 metros de altura. Entre 110 a.C. e 800 a.C., os olmecas expandiram sua influência cultural em direção ao Vale do México e a regiões da América Central. Não se sabe ao certo o que aconteceu depois com eles. Na região de Tabasco, provavelmente as enchentes provocadas pela mudança do curso dos rios levaram ao abandono do assentamento em San Andrés. Também é possível que os olmecas tenham sido dominados pelos maias, o que teria provocado o fim da civilização.

O impacto da descoberta

As figuras em artefatos encontrados no México evidenciam que a escrita já existia nas Américas pelo menos 350 anos antes do que se supunha. E provavelmente estão na origem de outros sistemas de escrita