Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Onde fica o maior servidor de arquivos do mundo?

Os números fazem babar qualquer micreiro: mais de 2 milhões de hits por segundo deslocando quase 500 mil gigabits na mesma velocidade.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h22 - Publicado em 31 jan 2007, 22h00

Texto de Manoel Schlindwein

Ele está em Cambridge, nos EUA, e pertence à Akamai, uma das maiores empresas de distribuição de dados do mundo. O conjunto de computadores é capaz de armazenar cerca de 20 petabytes. Isso é muita, muita coisa mesmo: quase 21 milhões de gigabytes, ou o equivalente a 4 462 025 dvds. Apesar de relativamente desconhecido, ele faz movimentar quase 20% de tudo o que circula pela internet atualmente. Na sala de comando dos caras, um telão exibe as estatísticas da navegação mundo afora em tempo real. Os números fazem babar qualquer micreiro: mais de 2 milhões de hits por segundo deslocando quase 500 mil gigabits na mesma velocidade. Na lista de clientes, gente como Yahoo!, IBM, Warner, Sony, BBC, MTV, Apple e até o Departamento de Defesa americano.

No mais, a coisa está bem dispersa. “A maioria dos servidores de arquivos de hoje não está em apenas um lugar, eles estão espalhados pelo mundo”, afirma Victor Emanuel, diretor de tecnologia da PUC de São Paulo. É o caso da Google. Em 2003, eles tinham apenas um data center – o amontoado de discos rígidos que armazenam os arquivos eletrônicos. O número pulou para 64 dois anos depois, e a previsão era de que eles chegassem aos 300 neste ano. Batizada de Googleplex, a sede da empresa, em Mountain View, Califórnia, hospeda o maior dos seus data centers, com capacidade para 3,5 petabytes.

Publicidade