Clique e assine a partir de 8,90/mês

Os tesouros dos Czares nos Estados Unidos

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h20 - Publicado em 30 jul 2009, 22h00

Museu Internacional da Flórida exibe, até junho, 250 peças pertencentes aos czares da dinastia Romanov, que reinaram na Rússia por 300 anos, de 1613 até a revolução comunista, em 1917. Na exposição, você vede perto muitos objetos que jamais saíram dos subterrâneos do Museu do Kremlin, em Moscou. Como a tampa de prata e pedras preciosas do sarcófago do príncipe Dimitri, filho caçula de Ivan, o Terrível, que morreu misteriosamente aos 9 anos de idade, em 1591. Sete anos depois, a dinastia Rurik chegava ao fim, com a morte do czar Fiodorn, e entravam em cena os Romanovo Outras curiosidades da mostra são: a preciosa coroa usada por Pedro, o Grande, em 1682, e o ovo Fabergé, uma jóia que o último czar, Nicolau n, deu à sua esposa Alexandra, na Páscoa 1913.

Publicidade