Clique e assine com até 75% de desconto

Por trás da arte das cavernas

Cientistas franceses concluíram que os pintores primitivos preparavam as tintas com misturas complexas de diversos minerais diluídos para desenhar e pintar nas cavernas.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h09 - Publicado em 30 jun 1990, 22h00

Para desenhar nas cavernas, o homem da pré-história tinha uma palheta de apenas duas cores: preto e vermelho. Sempre se acreditou que ele obtinha as tintas misturando água ou com óxido de ferro, para o vermelho, ou com óxido de magnésio, para o preto. Mas um novo estudo mostra que os artistas das cavernas eram mais requintados. Depois de examinarem com microscópio eletrônico fragmentos de 1/10 de milímetro de desenhos feitos há cerca de 12000 anos, cientistas franceses concluíram que aqueles autênticos pintores primitivos preparavam as tintas com misturas complexas de diversos minerais diluídos, não em água, mas em outro solvente ainda não identificado. A surpresa maior, porém, foi descobrir traços de carvão sob a camada de tinta, sinal de que os artistas de então já faziam esboços de suas obras.

Publicidade