GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

6 técnicas para sobreviver ao metrô lotado

Nos horários de pico, o metrô chega a ter 8,6 pessoas espremidas em cada mísero metro quadrado. É o inferno sob a Terra. Mas, seguindo estas dicas cientificamente comprovadas, dá para sofrer menos

1. Crie uma bolha

Não ande grudado na pessoa da frente – porque, se por algum motivo o fluxo parar, você será prensado por quem vem atrás. Sempre deixe 1 metro de espaço à sua frente.

2. Vá para as pontas

Não é mito. Os cantos do trem são mesmo mais vazios. Um estudo do metrô de Nova York constatou que, nos horários de pico, os vagões das pontas são 30% mais vazios.

 

3. Largue o celular

Deixe para brincar com seu smartphone quando estiver dentro do vagão. Uma pesquisa da Universidade de Maryland, nos EUA, descobriu que quem usa o telefone enquanto anda diminui em 33% a sua velocidade. E esse não é o único problema. O estudo também revelou que as pessoas costumam olhar o celular antes de subir na escada rolante – o que atrasa ainda mais as coisas.

 

4. Não costure

Não tente andar mais rápido do que a multidão. Isso, como comprovou um estudo do Instituto Max Plank, em Berlim, quebra a fila em várias outras, menores e mais lentas. E todo mundo anda mais devagar. Inclusive você.

 

5. Desembarque numa boa

Na hora de sair do vagão, veja quais pessoas também vão descer – e vá atrás da maior. Ela irá abrindo caminho para você, que atravessará a multidão sem esforço.

 

6. Use os braços

As outras pessoas não têm como adivinhar para qual lado você quer ir. Sinalize com os antebraços quando for virar para a direita ou a esquerda.

 

Fontes: Metrôs de Nova York, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte; Mehdi Moussaid (cientista do Instituto Max Planck); Universidade de Maryland.