GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A sociedade anônima entre anêmonas e camarões

Não, não se trata de marcianos. A dupla extravagante formada por uma anêmona vermelha, a Cribrinopsis fernaldi, e um transparente camarão-palhaço, o Lebbus grandimanus, habita o remoto leito gelado do Oceano Pacífico junto à costa do Alasca, entre 50 e 100 metros de profundidade. Mais do que parceiros inseparáveis, os dois animais são sócios. Os zoólogos descobriram que a anêmona serve de esconderijo para os camarões, e eles, em troca, limpam seus tentáculos devorando resíduos orgânicos podres. Com até 10 centímetros de comprimento, os sessenta ou oitenta braços rosados da anêmona chegam a abrigar 100 minicrustáceos como o desta foto.