GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Agora os ácaros são verdes

Espécies asquerosas se tornam aliadas do homem na busca da sustentabilidade

Eles são nojentos e, quase sempre, associados a coisas nada agradáveis. Porém, à medida que avançam os estudos na biologia, aumenta a capacidade humana de controlar espécies como essas. Com isso, elas podem ser colocadas a serviço do homem, e se tornam aliadas na busca pela sustentabilidade. Conheça alguns casos interessantes.

• Ácaros na lavoura:
A empresa holandesa Koppert trabalha com controle biológico de plantações há 43 anos. Atualmente, um de seus projetos é um ácaro eficiente no combate de pragas em plantações de regiões com clima temperado.

• Bactérias fashion:
A Genomatica, empresa americana, descobriu que dá para fabricar várias coisas com o 1,4-butanidol, excretado por bactérias E. coli geneticamente modificadas. Eles fazem desde peças automotivas e produtos farmacêuticos até spandex, material usado na confecção de roupas. Os preços são os mesmos dos atuais métodos, que usam combustíveis fósseis.

• Limpando o ralo:
Quando aquelas pequeninas moscas começa a tomar conta do banheiro, é hora de limpar o ralo. Os laboratórios Roebic desenvolveram um produto para isso. É um concentrado hidrossolúvel de bactérias, capaz de digerir gorduras, óleos, proteínas e sabões. A aplicação é feita em redor do ralo de 3 em 3 meses.

• Vespas que comem pragas:
Em 2004, a empresa Bug inaugurou o mercado brasileiro de agentes biológicos com a proposta de colocar microvespas para fazer o serviço dos agrotóxicos. Elas localizam e comem as pragas nas plantações de soja, milho, cana e algodão. “O controle biológico é um processo irreversível e crescente em todo o mundo”, diz o agrônomo Danilo Pedrazzoli, criador da Bug. “Os estudos estão avançando rapidamente.”

+ Água limpa na hora
O engenheiro Michael Pritchard criou uma garrafa capaz de filtrar a água mais suja do mundo em poucos segundos. O produto se chama Lifesaver e poderá ser usado por soldados, mas também para salvar vidas na África, onde milhares morrem de doenças causadas por água contaminada.

+ Sustentabilidade sexy
Uma empresa inglesa está se especializando em fazer versões sustentáveis de apetrechos eróticos – os tais brinquedos adultos. A Coco de Mer produz até espancadores de madeira indianos feitos artesanalmente seguindo os princípios do fair trade, em que os trabalhadores recebem remuneração justa e têm uma vida confortável garantida.

+ A fantástica escola eco
The Green School, de Bali, é considerada a escola mais ecológica do mundo. Todo o campus é feito de material de baixo impacto ambiental. Lá, crianças da pré-escola à 8a série do mundo todo aprendem a produzir comida de forma orgânica. De quebra, fazem chocolate em uma pequena fábrica.

O site Do The Green Thing propõe 7 atitudes ecológicas fáceis de fazer, como caminhar mais e comer menos carne. A proposta é botar no ar vídeos divertidos e depoimentos de pessoas contando como fizeram a “coisa verde”. Pessoas de mais de 201 países já mandaram suas histórias.

NOS ÚLTIMOS 35 ANOS, O NÚMERO DE VERTEBRADOS CAIU QUASE 30%, SEGUNDO UM ESTUDO DA ONG WWF.