Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Animais em extinção: A vida em perigo

O tempo passa e o homem não aprende. Nos últimos cinco séculos, uma espécie de animais sumiu a cada dez meses

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 19h05 - Publicado em 31 out 2004, 22h00

Com 4,5 bilhões de anos, a Terra está passando pela pior devastação da vida animal em sua história. Apenas nos últimos 500 anos, 608 animais desapareceram do planeta, 311 deles vertebrados. A maioria foi extinta pela interferência do homem na natureza: destruição de ecossistemas, caça e pesca predatórias, introdução de espécies estranhas aos habitats e substituição de florestas por plantações. Essa triste estatística indica que, a partir da chegada dos colonizadores europeus ao Novo Mundo, uma espécie sumiu a cada dez meses. A taxa de extinção de animais no século 20 é cem vezes maior do que antes do século 15.

A devastação por classes de animais

Proporcionalmente, osmamíferos são os bichosmais ameaçados

Aves

9 932 espécies conhecidas

1194 ameaçadas

129 extintas

Mamíferos

4 842 espécies conhecidas

1 130 ameaçadas

74 extintas

Répteis

8 134 espécies conhecidas

293 ameaçadas

21 extintas

Anfíbios

5 578 espécies conhecidas

157 ameaçadas

7 extintas

Peixes

28 100 espécies conhecidas

750 ameaçadas

80 extintas

Fontes: União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Humanos (IUCN), Worldwatch Institute (WWI) e World Widelife Fund for Nature (WWF)

 

Continua após a publicidade

O estrago por continentes

A América do Norte é a campeã emnúmero de espécies de animais oficialmente extintas. A África vem logo atrás

Europa

892 espécies ameaçadas

19 extintas

América do Norte

356 espécies ameaçadas

245 extintas

América Central

1 074 espécies ameaçadas

76 extintas

América do Sul

1 111 espécies ameaçadas

13 extintas

África

1 949 espécies ameaçadas

234 extintas

Oceania

841 espécies ameaçadas

171 extintas

Ásia

3 207 espécies ameaçadas

33 extintas

*Algumas espécies vivem em mais de um continente. Por isso, a soma por continente é maior do que a soma por classe taxonômica

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade