Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Canadá nomeia o ministério mais legal do mundo

A promessa de campanha do primeiro-ministro Justin Trudeau era formar um ministério com metade de mulheres e metade de homens. Mas ele foi muito além da igualdade de gênero...

Por Tiago Jokura
Atualizado em 31 out 2016, 19h00 - Publicado em 5 nov 2015, 19h00

Justin Trudeau acaba de assumir como primeiro-ministro do Canadá cumprindo uma de suas principais promessas de campanha: dividir os cargos ministeriais igualmente entre mulheres e homens – são 15 de cada. E virou hit mundial nas redes sociais ao responder porque essa decisão era importante para ele com um: “porque estamos em 2015.” Assista: 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=LLk2aSBrR6U%5D

O que nem todo mundo ficou sabendo é que a igualdade de gênero era apenas uma das agendas de Trudeau na composição do ministério. O recém-nomeado governante privilegiou, num espectro ainda mais amplo, a diversidade social e nacional do Canadá – uma terra de imigrantes e orgulhosa desse rótulo – na hora de escolher com quem iria trabalhar nos próximos quatro anos.

Para dar uma ideia da reforma executada por Trudeau, traduzimos livremente uma análise da composição ministerial (bem informal e divertida) compartilhada no Facebook pela canadense Alana Phillips:

Continua após a publicidade

– Nossa ministra da Ciência é uma cientista (oh, e ela tem um prêmio Nobel)

– Nosso ministro dos Transportes é um astronauta.

– Nosso ministro dos Esportes e das Pessoas com Deficiências é um atleta paralímpico

– Nosso ministro de Famílias, Crianças e Desenvolvimento Social é um economista que estuda a pobreza

– Nossa ministra dos Direitos da Mulher é uma mulher

– Nosso ministro de Instituições Democráticas é um refugiado muçulmano

– Dois dos ministros são de povos nativos (das etnias Kwakwaka’wakw e Inuit)

– Também há ministros com várias crenças (ou descrenças): sikh, islâmicos, ateus etc.

 

Renovação radical

Apesar de ser filho de outro ex-primeiro ministro do Canadá – Pierre Trudeau, que teve dois mandatos entre 1968 e 1984 -, Justin representa um sopro de novidade na política do país. O cara já foi ator e professor, é declaradamente feminista e aficionado por ficção científica. Além disso, é muito midiático: casado com uma celebridade de TV, já levou a luta política para as vias de fato, ao enfrentar um rival do Partido Conservador, Patrick Brazeau, numa luta de boxe beneficente, transmitida ao vivo. 

Mais recentemente, transmitiu, via Periscope, o juramento feito na posse como primeiro-ministro, tirou selfies com eleitores no metrô assim que o resultado das eleições foi divulgado e vira e mexe responde pessoalmente a comentários feitos pelos cidadãos no Facebook. Não é a toa que a hashtag #DaddyTrudeau virou hit entre os canadenses.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.