GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

De olho no verde paulista

Satélite Landsat-5 vai vigiar a vegetação nativa do Estado de São Paulo, e a cada dezesseis dias estará esquadrinhando o território paulista atrás de focos de desmatamento.

De agora em diante, será muito difícil alguém mexer na vegetação nativa do estado de São Paulo sem ser denunciado por um competente espião colocado a 700 quilômetros de altitude. Trata-se do satélite Landsat-5, que cada dezesseis dias estará esquadrinhando o território paulista atrás de focos de desmatamento. O satélite é capaz de registrar alterações em áreas verdes de até 20 000 metros quadrados em região plana, ou 40 00 em região montanhosa, comparando com os mapas, obtidos também por sensoriamento remoto, de todos os municípios do estado. U programa de fiscalização semelhante si existe na Amazônia, mas numa escala dezesseis vezes maior. Em São Paulo o satélite também terá mais trabalho: vai registrar pequenas alterações em nove tipos de vegetação – da capoeira ao cerrado e à caatinga – enquanto na Amazônia só está atento à destruição da floresta.