Clique e assine a partir de 8,90/mês

Depois de comentários pedófilos sobre o Master Chef Jr, mulheres compartilham no Twitter suas histórias de assédio infantil

Toda mulher sabe: o assédio sexual começa cedo. Conheça a campanha #primeiroassédio e entenda o que é a pedofilia.

Por Karin Hueck - Atualizado em 31 out 2016, 18h58 - Publicado em 23 out 2015, 14h00

Essa semana estreou o Master Chef Jr, com participantes infantis – e com ele surgiu também a mais recente polêmica da internet: homens adultos que declararam no Twitter se sentir atraídos (e outras coisas bem piores) por uma das meninas do reality show, de 12 anos.

O assédio foi tanto que, em uma entrevista, o pai da concorrente disse que recebeu pedidos por fotos da filha sem roupas, vindos de desconhecidos. Ainda assim, muita gente relutou em chamar isso de pedofilia.

Continua após a publicidade

Para mostrar que o que aconteceu com Valentina não é excecão, o site Think Olga pediu para que mulheres contassem no Twitter a primeira vez que sofreram assédio sexual nas ruas com a hashtag #primeiroassédio. Em pouco mais de um dia, 29 mil relatos fizeram com que o assunto chegasse ao trending topics do twitter – parecido com o que aconteceu aqui na SUPER com as histórias de estupro.

Todas essas histórias acima podem ser consideradas casos de estupro lembrando que, de acordo com a lei, meninas com menos de 14 anos não podem dar consentimento a atos sexuais. E mais do que isso, de acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, dos EUA, quem sente atração por crianças de menos de 13 anos pode ser considerado pedófilo. É importante não descartar esses acontecimentos como “normais” ou “apenas uma piada”. 

Veja aqui a matéria de capa da SUPER sobre pedofilia. 

Continua após a publicidade

 

Publicidade