GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Esterco energético

Já está em atividade numa cidade da Inglaterra uma usina elétrica movida a esterco de galinha.

Fontes alternativas de energia costumam causar mais alarde do que resultados. Mas, uma experiência na cidade inglesa de Eye, ao sul de Norwich, começa a romper o tabu. Já está em plena atividade uma usina elétrica capaz de abastecer até 80 casas com energia gerada a partir de um combustível natural, barato e menos poluente que o carvão: o esterco de galinha. Com um consumo diário de 500 toneladas do adubo, ela funciona como uma unidade a carvão: o produto é queimado, o calor ferve a água dos reservatórios e cria vapor para movimentar as turbinas. Como a combustão é feita a 800°C, a temperatura alta elimina tanto a matéria orgânica como o mau cheiro. Além disso, as cinzas são reaproveitadas como fertilizante e a emissão de dióxido sulfúrico das chaminés é cinco vezes menor que em usinas de carvão. Outra vantagem é que o sistema acaba com um antigo problema: o da liberação de gás metano um dos causadores do efeito estufa – pelo esterco estocado ao ar livre.