Clique e assine a partir de 8,90/mês

“O mundo é uma gaiola de loucos”, Campanella

Por Da Redação - Atualizado em 4 jun 2018, 19h07 - Publicado em 23 out 2015, 13h31

Foi o filósofo que encerrou o período renascentista. Em sua obra mais famosa, A Cidade do Sol, escreveu sobre uma sociedade comunitária, onde todo o conhecimento era compartilhado e não existia nem propriedade privada nem família. Campanella acreditava que as novas gerações poderiam ser melhoradas por cruzamentos. Por isso, a procriação era planejada. Gordos deveriam procriar com mulheres magras em busca de um equilíbrio. Campanella fundamentou sua obra aliando as leis naturais e a fé cristã. Para ele, o mundo é um grande organismo, onde tudo é vivo e sensível.

Publicidade