GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os destinos mais caros e baratos para viagens de uma semana

Pesquisa do site Skyscanner mostra o preço médio de passagens aéreas, hotel e refeições para viajar para dez destinos em abril, o mês mais barato do ano

Planejar férias curtas de uma semana em abril pode ser uma boa ideia para viajar gastando pouco, segundo o site Skyscanner. O mês, em geral, é o mais barato para viajar dentro do Brasil e para o exterior, pois foge da alta temporada.

Pensando nisso, o Skyscanner levantou o preço médio de hotel, passagens aéreas e refeições para os destinos mais buscados pelos brasileiros para viagens de uma semana, em abril. A lista inclui cidades no Brasil e no exterior.

A pesquisa considerou passagens de avião partindo do Rio de Janeiro e de São Paulo, hospedagem em hotel três estrelas e uma refeição completa por dia, para duas pessoas.

Uma semana em Nova York, Paris ou Miami, as cidades mais caras, equivale a quatro semanas São Paulo, Rio de Janeiro ou Salvador, as cidades mais baratas. O custo médio total da viagem de uma semana em abril varia entre 1.954 reais e 8.357 reais, conforme o destino.

O Skyscanner observa que, em Nova York, acomodação e alimentação são os itens que mais encarecem a viagem, em relação a outros destinos. Já em Orlando e Cancun, a hospedagem é mais barata do que nas principais capitais brasileiras.

A seguir, confira o levantamento com os preços médios de passagens aéreas, hotel e refeições para duas pessoas, para os dez destinos mais procurados por brasileiros para viajar em abril, por uma semana. Os destinos estão ordenados pelo preço total, do mais barato ao mais caro:

Destino Passagens de ida e volta para duas pessoas, em média Hotel 3 estrelas para duas pessoas, para uma semana, em média Refeição para duas pessoas, para uma semana, em média (uma por dia) Total, em média
1. São Paulo R$ 391 (partida do RJ) R$ 724 R$ 840 R$ 1.955
2. Rio de Janeiro R$ 390 (partida de SP) R$ 740 R$ 840 R$ 1.970
3. Salvador R$ 1.074 (partida de SP) R$ 689 R$ 630 R$ 2.393
4. Fortaleza R$ 1.471 (partida de SP) R$ 846 R$ 623 R$ 2.940
5. Recife R$ 1.059 (partida do RJ) R$ 1.378 R$ 700 R$ 3.137
6. Buenos Aires R$ 1.776 (partida de SP) R$ 1.041 R$ 834 R$ 3.650
7. Santiago R$ 1.694 (partida de SP) R$ 1.825 R$ 1.114 R$ 4.632
8. Orlando R$ 4.098 (partida de SP) R$ 696 R$ 978 R$ 5.722
9. Cancun R$ 4,799 (partida de SP) R$ 677 R$ 723 R$ 6.199
10. Lisboa R$ 5.784 (partida de SP) R$ 1.307 R$ 827 R$ 7.917
11. Miami R$ 4.334 (partida de SP) R$ 2.249 R$ 1.597 R$ 8.180
12. Paris R$ 5.477 (partida de SP) R$ 1.424 R$ 1.377 R$ 8.279
13. Nova York R$ 4.302 (partida de SP) R$ 2.257 R$ 1.799 R$ 8.357

Outras dicas para economizar

Mesmo que você ainda não tenha decidido para onde vai, comece a juntar dinheiro o quanto antes. Organize seu orçamento financeiro, corte despesas e estabeleça quanto consegue guardar por mês até abril. Confira apps e planilhas para controlar os gastos.

Depois disso, pré-selecione algumas opções de viagens que cabem no bolso e reserve tempo para pesquisar e comparar preços. Para decidir o destino, é importante levantar e comparar todos os custos da viagem: passagem, hospedagem e gasto diário com alimentação, transporte e atrações.

Alguns destinos exigem um investimento maior na passagem, mas o custo diário mais baixo compensa. Pode valer mais a pena adquirir um pacote de viagem com operadora em vez de comprar toda a viagem por conta própria. O site Quanto Custa Viajar e outros buscadores podem ajudar nessa tarefa de pesquisar e comparar preços.

Quanto mais antecedência para reservar voos, hotéis e passeios, mais chances de economizar. Depois de decidir o destino, compre primeiro a passagem aérea. Não descarte voos com conexões – além de mais baratos em 60% dos casos, segundo o Skyscanner, eles podem ser uma boa oportunidade para conhecer lugares.

Para economizar, compare datas diferentes nas buscas. Pode haver uma diferença grande de preços entre voar sábado ou sexta-feira, ou na penúltima ou última semana do mês, por exemplo. Use alertas de preço para monitorar o aumento ou redução de tarifas e comprar as passagens no momento certo.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Exame.com