Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

8 casos de famílias ricas, influentes – e amaldiçoadas

Nascer rico nem sempre é uma bênção. Especialmente se você carrega sobrenomes como Kennedy, Onassis, Getty ou Brando

Por Diego Meneghetti Atualizado em 4 jul 2018, 20h21 - Publicado em 17 jan 2017, 12h03

 

Continua após a publicidade

FAMÍLIA KENNEDY

A história desse rico e poderoso clã remonta ao patriarca Joseph Patrick Kennedy (1888-1969), um bem-sucedido empresário e embaixador dos EUA no Reino Unido entre 1938 e 1940. Ele se casou com Rose Elizabeth Fitzgerald, que já era da elite, e juntos deram origem a uma dinastia misteriosamente trágica. Confira algumas das tragédias que se abateram sobre seus descendentes:

Joseph Patrick Kennedy Jr.: primeiro dos nove filhos de Joseph, morreu em 1944, aos 29 anos, durante uma batalha como piloto na 2ª Guerra Mundial.

Rosemary Kennedy: Outra filha de Joseph, foi internada em 1941 em um manicômio, onde sofreu lobotomia aos 23 anos. Morreu em 2005.

Kathleen Agnes Kennedy: Pouco depois de ficar viúva, a quarta filha de Joseph morreu em 1948, junto com o amante, em um acidente de avião na França. Tinha só 28 anos.

Ted Kennedy: O caçula de Joseph, originalmente batizado como Edward Moore, escapou da morte três vezes: em 1964, num acidente aéreo, em 1969, quando seu carro caiu num rio, e em 2006, quando um raio atingiu o avião em que estava. Eleito senador sete vezes nos EUA, morreu em 2009, de câncer no cérebro.

John Fitzgerald Kennedy (JFK): Realizou um sonho do pai: foi eleito presidente dos EUA em 1960. Três anos depois, foi misteriosamente assassinado em Dallas.

Bobby Kennedy: Irmão de JFK, Robert Francis também teve sucesso na política. Eleito senador em 1965, foi assassinado em 1968, quando disputava a presidência.

David Anthony Kennedy: Um dos 11 filhos de Robert Kennedy e Ethel Skakel. Em 1984, aos 28 anos, foi encontrado morto por overdose de cocaína em um hotel na Flórida.

Michael LeMoyne Kennedy: Outro filho de Robert Kennedy, com destino igualmente trágico. Morreu em 1997 em um acidente de esqui nas montanhas de Aspen (EUA).

Joseph Patrick Kennedy II: Também filho de Bobby. Em 1972, esteve em um voo sequestrado por terroristas e, em 1973, sofreu um acidente de jipe que deixou uma passageira paralítica.

Edward Moore Kennedy Jr.: O filho de Ted Kennedy sentiu a sina da família logo cedo. Aos 12 anos, sofreu um câncer ósseo e teve de amputar a perna direita.

 

Continua após a publicidade

+ 4 vencedores da loteria amaldiçoados pelo dinheiro

+ A maldição do diamante Hope e outras pedras preciosas zicadas

 

Continua após a publicidade

FAMÍLIA ONASSIS

Graças ao casamento entre JFK e Jacqueline Kennedy (e o posterior casamento dela com o milionário Aristoteles Onassis), A maldição da família Kennedy se entrelaça com a dos Onassis. O grego Aristoteles (1906-1975) refugiou-se aos 21 anos na Argentina, onde começou um negócio de importação de tabaco da Grécia. A riqueza veio quando construiu uma frota de petroleiros e baleeiros. Depois, investiu em aviação e chegou a ser considerado um dos homens mais ricos do mundo. Mas nada impediu que sua família sofresse todo tipo de revés.

Jacqueline Lee Bouvier Kennedy Onassis: Casou-se com JFK em 1953. Em 1955, sofreu um aborto espontâneo e, em 1956, deu à luz uma filha morta. Mas conseguiu dar três filhos ao marido. Cinco anos depois de ficar viúva, casou-se com o milionário Aristoteles Onassis.

Aristóteles Onassis: Casou-se com Athina Livanos em 1946 e com Jackie Kennedy, viúva de JFK, em 1968. Faleceu em 1975, aos 69 anos, com a saúde debilitada devido a uma doença neuromuscular.

Athina Onassis: Primeira esposa de Aristóteles. Separou-se quando o flagrou com a cantora Maria Callas, em 1960. Casou-se outras duas vezes e morreu em 1974, em Paris, por overdose.

Alexander Onassis: Único filho de Athina e Aristóteles. Morreu em 1973, num acidente de avião, aos 24 anos. Especula-se que foi ele quem incentivou o meio-irmão, John Kennedy Jr., a pilotar aviões – causando assim, indiretamente, sua morte (veja abaixo).

Christina Onassis: Deprimida pela morte do irmão e dos pais, teve problemas com álcool e medicamentos. Em 1988, morreu aos 38 anos, numa banheira em Buenos Aires.

Patrick Bouvier Kennedy: Um dos três filhos de JFK e Jackie. Morreu ainda bebê, em agosto de 1963, de síndrome da angústia respiratória do recém-nascido (SARRN).

John Fitzgerald Kennedy Jr.: Filho de JFK e Jackie, foi o mais playboy dos Kennedy. Morreu em 1999,  em um acidente de avião no Oceano Atlântico que também matou sua esposa e sua cunhada

 

Continua após a publicidade

Grana preta

1) FAMÍLIA GRIMALDI

Há 700 anos, a dinastia dos Grimaldi domina o Principado de Mônaco e coleciona tragédias. A fase mais recente: em 1982, a atriz norte-americana Grace Kelly, casada com o príncipe Ranier III, morreu em um acidente de carro em Monte Carlo. Especulou-se que sua filha mais rebelde, Stéphanie, então com 17 anos, estava na direção do veículo. Em 1990, o marido da princesa Carolina, irmã de Stéphanie, morreu em outro acidente, de lancha

 

Continua após a publicidade

2) FAMÍLIA GETTY

Um dos homens mais ricos do mundo nos anos 60, o barão do petróleo Jean Paul Getty teve uma vida pessoal difícil. Em 1958, seu filho Timothy, de 12 anos, faleceu em uma cirurgia no cérebro. Em 1973, o mais velho, George, morreu de overdose. No mesmo ano, John Paul Getty III, com 16 anos, foi sequestrado pela máfia e teve a orelha cortada. O resgate custou US$ 3,4 milhões. Getty III ainda se viciou em drogas e teve um derrame em 1981 que o deixou paraplégico e quase cego.

 

Continua após a publicidade

3) FAMÍLIA AGNELLI

Gianni Agnelli tornou-se presidente da Fiat em 1968. Mas seu único filho, Edoardo, não tinha interesse nos negócios. Foi preso no Quênia em 1990 por tráfico de drogas e, em 2000, pulou de uma ponte em Turim, na Itália. O sobrinho de Gianni, Giovannino, que estava sendo treinado para assumir a Fiat, morreu de câncer em 1997. Gianni morreu em 2003. Desde então, seus herdeiros brigam pela herança.

 

Continua após a publicidade

Grana preta

 

Continua após a publicidade

4) FAMÍLIA BRANDO

A sina do ator Marlon Brando, vencedor do Oscar por O Poderoso Chefão, foi ver seus entes queridos se perderem no vício. Seus pais eram alcoólatras. Sua esposa, Anna, e seu filho, Christian, viraram dependentes químicos. Christian matou o noivo da irmã, Cheyenne, em 1990, amargou seis anos de prisão e torrou a grana da família em advogados. Cheyenne, em depressão, se matou em 1995.

 

Continua após a publicidade

5) FAMÍLIA LEE

O astro das artes marciais Bruce Lee teve sua brilhante carreira como ator, roteirista e produtor abreviada por um estranho edema cerebral, em 1973, aos 32 anos. A causa? Um inocente analgésico para dor de cabeça. Exatos 20 anos depois, foi a vez de seu filho: durante as filmagens de O Corvo, Brandon Lee foi alvejado por uma arma que deveria conter balas de festim.

 

Continua após a publicidade

+ A maldição por trás do filme O Corvo

+ A maldição por trás do filme O Bebê de Rosemary

 

Continua após a publicidade

6) FAMÍLIA HEMINGWAY

Em 1929, logo quando a carreira de Ernest Hemingway decolava com a publicação de Adeus às Armas, seu pai se deu um tiro. A mãe do escritor, que tinha uma personalidade difícil, enviou a arma usada no suicídio para Hemingway. Selou seu destino: em 1961, Hemingway se matou. Cinco anos depois, foi a vez da irmã, Ursula. Em 1982, foi o irmão. E, em 1996, a neta, com uma overdose.

 

Continua após a publicidade

FONTES Revistas Business Week, Time, VEJA e Época; jornais The Sun, Washington Post e O Estado de S. Paulo; sites Powerball, Terra, LiveScience, Luxist, maristpoll.marist.edu e royal.gov.uk; e livros Felicidade S.A., de Alexandre Teixeira, e The Mystery of the Hope Diamond, de Henry Leyford Gates

Continua após a publicidade
Publicidade