Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

A origem sangrenta dos contos de fadas, parte 4: A Princesa e o Sapo

A história não tinha nada de romance. Conheça também os verdadeiros detalhes de Os Três Porquinhos

Por Tiago Jokura
Atualizado em 22 fev 2024, 10h34 - Publicado em 6 nov 2015, 13h50
(Eduardo Belga/Mundo Estranho)

Violência doméstica

Esqueça o lindo romance que sobrepujou preconceitos e uniu A Princesa e o Sapo. Quando surgiu, a história falava sobre amizade: uma princesa mimada perdia sua bola favorita e um sapo falante se oferecia para encontrá-la. Surgia assim uma bela parceria – e o bicho até ia morar com a garota. Mas, certo dia, irritada com o amigo grudento, a princesa arremessava o coitado na parede! E, para nossa surpresa, era isso que quebrava a maldiçao: ele se revelava um lindo príncipe. Ou seja, nada de beijo, nada de amor verdadeiro: o casal só ficou unido porque brigaram muito e partiram para a porrada!

(Eduardo Belga/Mundo Estranho)

Triple x-termínio

A história dosTrês Porquinhosé uma das que sofreu menos mudanças desde sua origem. Sua moral foi mantida: quem trabalha e pensa no futuro se dá melhor em alguma emergência. Mas, para ensinar essa lição, o conto é bem mais violento do que sua versão atual. Os dois primeiros rabicós não conseguem fugir depois de ter a casa destruída. Eles são devorados sem dó pelo lobo. Só que o vilão não consegue enganar o terceiro porquinho e nem derrubar a casa dele. Irado, acaba se enfiando na chaminé e caindo num caldeirão, virando janta dessa vez.

Essa é a parte 4 da matéria A Origem Sangrenta dos Contos de Fadas. Confira as outras versões:

Chapeuzinho Vermelho
Bela Adormecida
Branca de Neve
Folclore brasileiro
Cinderela
Alice no País das Maravilhas
João e Maria
A Pequena Sereia

FONTESConte de la Mère-Grand(coletado pelo folclorista Achille Millien por volta de 1870);Pentameron,de Giambattista Basile;Tales of Mother Goose,de Charles Perrault;Children’s and Household Tales,dos irmãos Grimm;Da Fera à Loira,de Marina Warner;A Princesa que Dormia(coletânea publicada pela editora Paraula)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.