Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A Suíça sempre foi um país neutro?

Nem sempre. A Suíça se declara neutra desde meados do século 16, mas a confederação que deu origem ao país já existia cerca de 200 anos antes. Em 1291, vários pequenos Estados independentes, os cantões, se uniram para formar uma espécie de liga para defender a região da atual Suíça de ataques de reinos vizinhos. […]

Por Roberto Navarro Atualizado em 4 jul 2018, 20h15 - Publicado em 18 abr 2011, 18h25
Suiça

Nem sempre. A Suíça se declara neutra desde meados do século 16, mas a confederação que deu origem ao país já existia cerca de 200 anos antes. Em 1291, vários pequenos Estados independentes, os cantões, se uniram para formar uma espécie de liga para defender a região da atual Suíça de ataques de reinos vizinhos. Isso foi necessário porque esses cantões não contavam com a autoridade – e proteção – de nenhum governo central. Aos poucos, a chamada Confederação Helvética foi vendo seu poder crescer com a prosperidade do comércio e a exploração de rotas de transporte pelas montanhas dos Alpes. Isso levou alguns Estados da confederação a se envolver numa disputa armada entre a França e a Itália em 1515. Numa batalha em Marignano, vilarejo a 16 quilômetros de Milão, na Itália, tropas francesas aniquilaram quase 14 mil homens da Confederação Helvética. Segundo a maioria dos historiadores, esse foi o principal acontecimento que levou à neutralidade suíça. Essa postura não teve origens muito ideológicas, foi mais uma saída encontrada pela confederação para sobreviver em meio a vizinhos poderosos. Nos séculos seguintes, graças a uma brilhante diplomacia, a Suíça conseguiu fazer os demais países europeus aceitar sua neutralidade, que foi oficialmente reconhecida pelas principais potências do mundo após a Conferência de Viena, em 1815.

– Quando surgiu a Cruz Vermelha?

Publicidade