GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A Turma da Mônica é, na verdade, uma criança só

Na Turma da Mônica, cada personagem encarna uma característica infantil

Turma da mônica

ILUSTRA João Lauro Fonte

EDIÇÃO Marcel Nadale e Tiago Jokura

QUINTA PARTE DA MATÉRIA LENDO NAS ENTRELINHAS

Harry Potter e a saga do amadurecimento

– Ursinho Pooh, o porta-voz da garotada

Percy Jackson e a importância das origens de cada um

Shrek, uma representação dos nossos pequenos defeitos

– Toy Story, uma análise sobre o fim da infância

A CRIANÇA FRAGMENTADA

Na Turma da Mônica, cada personagem encarna uma característica infantil. É como se vários aspectos da criança aparecessem separadamente, permitindo a ela entendê-los um por vez

O último cordão umbilical

O coelho Sansão é um “objeto transicional”: aquele que a criança leva consigo sempre que vai dormir ou se sente frágil, por exemplo. A “criação” desse objeto é o primeiro sinal de independência: a figura da mãe já pode ser substituída por ele. Ele é, ao mesmo tempo, o último elo com um poder protetor e o primeiro passo rumo à autonomia

Cebolinha

Mãe e filho

Todo macho começou a vida dependendo de uma figura feminina mais forte: a mãe. Ao lutar constantemente para vencer a Mônica, Cebolinha tenta, ao mesmo tempo, cumprir a exigência dos papéis sociais do homem e tornar-se um “adulto”, ficando independente do poder feminino – inclusive o da mãe

Mônica

Menina superpoderosa

Ao resolver todos os problemas na base da porrada,Mônica remete a uma fase do desenvolvimento infantil em que as crianças pequenas demarcam seu território a socos e dentadas, como um animal ameaçado. A personagem também pode ser interpretada como uma criança que se sente poderosa pelos gestos mágicos – com seu poder descomunal, pensa que tem poder ilimitado

Cascão

O lado bom do medo

Não existe criança que não tenha sentido medo de alguma coisa (palhaço, cachorro, escuro etc.). Esse sentimento ajuda a definir, por exemplo, aonde ela pode ou não pode ir. É por isso que tantas se identificam com o Cascão. Ter medo é uma coisa séria para as crianças e é bom ver que não são as únicas com um pavor inexplicável

Louco

Ao pé da letra

O Louco representa a ingenuidade infantil diante do mundo adulto. Assim como as crianças, ele sempre interpreta literalmente expressões ou conceitos cujo real sentido só é entendido quando se é mais experiente. Por exemplo: quando uma receita exige uma “xícara” de algum ingrediente, ele realmente acha que precisa colocar uma xícara inteira na panela

Magali

Gula vingadora

Quando somos crianças, por melhor que seja nosso apetite, jamais comemos tanto quanto nossa mãe gostaria. Magali realiza nossa fantasia de “vingança”: tudo que sua mãe lhe oferece nunca é suficiente. Ela também cumpre outro sonho infantil: o de poder comer o quanto quiser, sem consequências como engordar ou passar mal

OUTRAS CURIOSIDADES DO MUNDO DOS QUADRINHOS

– Outro objeto transicional famoso das HQs é o cobertor do Linus,da turma do Charlie Brown

– A maturidade do Cebolinha ao persistir em seus planos é compensada pela fala errada – um problema comum no processo do desenvolvimento da linguagem

– O universo de Mauricio de Sousa é, de certa forma, feminista: nele, a mulher continua a disputa pelo espaço que lhe foi negado por tantos séculos

– A fobia de água do Cascão também vale como um protesto infantil contra as regras – no caso, a exigência da higiene

– Outra interpretação é que a sujeira do Cascão seria uma forma de expressão: ele chama a atenção onde quer que passe, por causa do cheiro

 

+ Quem inspirou os personagens da Turma da Mônica?