GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Artista poderá escolher se concorre ao Oscar de ator ou atriz

Em caso inédito, organização da premiação deu permissão para Kelly Mantle, que se considera sem gênero definido, se inscreva como ator ou atriz

Kelly Mantle

 (Divulgação/reprodução/)

Pela primeira vez, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood (AMPAS), que organiza o Oscar, deu permissão para que alguém possa se candidatar tanto nas categorias de interpretação masculina quanto na feminina. O anúncio foi feito por Kelly Mantle, que não define seu gênero (e, portanto, poderia ser considerada “gênero fluído”, combinando ou oscilando entre masculino e feminino).

 

+ Qual a diferença entre orientação sexual e identidade de gênero?

+ Como é a votação que define o Oscar?

 

Kelly foi participante da sexta temporada do reality show RuPaul’s Drag Race e há muitos anos atua em Hollywood. Já teve papeis em séries como Nip/TuckCSI e Mike & Molly, entre outras. Ela pretende se candidatar ao Oscar de coadjuvante pelo filme Confessions of a Womanizer, dirigido por Miguel Ali.

Suas chances de realmente conseguir a indicação são mínimas. O filme não teve grande repercussão na crítica e outros artistas de peso já estão sendo considerados quase como certo na disputa (entre eles, Viola Davis, Michelle Williams, Hugh Grant, Mahershala Ali e Jeff Bridges). Ainda assim, a concordância do Oscar em não limitar sua candidatura marca um importante passo na aceitação de transgêneros e gêneros fluídos.

 

+ Como surgiu a Academia que entrega o Oscar?

+ Como é uma cirurgia de readequação sexual?

 

“Eu firmemente acredito que a comunidade de artistas andróginos/transgêneros é o recurso mais mal aproveitado por Hollywood. Nós precisamos lhes dar mais atenção e, fazendo isso, criaremos mais empatia por nossos irmãos e irmãs andróginos/transgênero”, comentou Kelly Mantle em sua conta no Twitter..

O Oscar 2017 rola em 26 de fevereiro. Os indicados devem ser anunciados em 24 de janeiro.