GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

As 10 casas mais bizarras do mundo

Você não gostaria de entrar e tomar uma xícara de chá... num castelinho movido a diesel ou numa espiral com teto de plantas?

casa estranha Waldspirale casa estranha Waldspirale

Uma vitrine de janelas

ONDEDarmstadt, Alemanha

Tente encontrar duas janelas iguais nesta figura. Desistiu? Fez bem: o Waldspirale (“floresta espiralada”) tem mais de mil janelas, todas com design único e desalinhadas na fachada. E essa não é a única peculiaridade deste prédio residencial: ele é estruturado em espiral e seu teto tem grama, arbustos, flores e até pequenas árvores

casa estranha_NeverwasHaul casa estranha_NeverwasHaul

O calhambeque-castelinho

ONDEVallejo, EUA

Durante a edição de 2006 do festival alternativo Burning Man, 13 amigos tiveram a ideia de criar “um clube de exploração que realmente explora”. Daí surgiu o Neverwas Haul, uma casa móvel de três andares movida a diesel, feita com 75% de material reciclável, controlada por um timão de navio e visual inspirado na Era Vitoriana

casa estranha_musica casa estranha_musica

O teto está no chão

ONDE Porto, Portugal

Uma casinha é um dos primeiros desenhos que toda criança aprende: um quadrado com um triângulo em cima. A sala de concertos Casa da Música virou esse design de cabeça para baixo, literalmente. Deu trabalho: o projeto do arquiteto holandês Rem Koolhaas atrasou quatro anos e custou 111 milhões de euros, o triplo da estimativa inicial

casa estranha_Stata Center casa estranha_Stata Center

Um toque de futuro

ONDECambridge, EUA

Frank Gehry é um dos nomes mais influentes da arquitetura atual. Esse “Niemeyer do Canadá” adora curvas e formas exóticas. São dele, por exemplo, o museu Guggenheim, na Espanha, a Dancing House (na página 33) e o Stata Center, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). A fachada moderna abriga projetos e organizações igualmente futuristas, como o Laboratório de Inteligência Artificial e o World Wide Web Consortium

casa estranha_Palácio Ideal casa estranha_Palácio Ideal

No meio do caminho havia uma pedregulho

ONDE Hauterives, França

“Com as pedras que me atiram, farei meu castelo” não é só lema de periguete no Face. O carteiro francês Ferdinand Cheval começou sua obra com um pedregulho no qual tropeçou. Com o tempo, foi juntando maisrochas coletadas em passeios e ergueu o Palácio Ideal. Foram 26 anos só para fazer as paredes externas,mais sete para resolver o interior e outros oito para criar um mausoléu. Até Pablo Picasso elogiou o resultado final

casa estranha_Hang Nga casa estranha_Hang Nga

Casa na árvore

ONDE Da Lat, Vietnã

Inspirado pela natureza em sua cidade e pelas obras do catalão Antoni Gaudí, o arquiteto Dang Viet Nga criou uma “casa de hóspedes” com traços orgânicos e não lineares. No final, ficou com jeitão de tronco de árvore – e ainda ganhou esculturas e detalhes que remetem a bichos e fungos. A Hang Nga está aberta ao público desde 1990

casa estranha_família Rodrigues casa estranha_família Rodrigues

Idade da pedra

ONDEFafe, Portugal

Provavelmente não há lar mais firme e resistente do que a casa de férias da família Rodrigues. Eles utilizaram um dos quatro enormes rochedos em sua propriedade para “esculpir” uma residência. Iniciado em 1972, o processo levou dois anos! Tudo é robusto: a porta é de aço,as janelas são à prova de bala e o sofá pesa 350 kg

casa estranha_Habitat 67 casa estranha_Habitat 67

Da teoria à prática

ONDEMontreal, Canadá

O arquiteto Moshe Sadfie bolou o complexo residencial Habitat 67 como tese de seu mestrado. Seu orientador o convidou a concretizar o projeto como uma das atrações da Feira Mundial de 1967. Esta “pilha de caixas” são, na verdade, 354 estruturas de concreto idênticas, dispostas de modo variado, compondo 146 residências diferentes

casa estranha_Dancing House casa estranha_Dancing House

Concede-me esta dança?

ONDEPraga, República Tcheca

No meio das casinhas barrocas, góticas e art nouveau da capital tcheca, eis que surgem dois prédios que parecem bailar na paisagem. Batizados de Dancing House, eles dão um pouco de alegria a um local trágico: ali caiu uma bomba norte-americana no fim da 2ª Guerra Mundial, que deixou o terreno sem construções por mais de quatro décadas

casa estranha_Krzywy Domek casa estranha_Krzywy Domek

Torta polonesa

ONDESopot, Polônia

Imagine que um arquiteto bolou uma residência, mas a chuva molhou o projeto e as linhas foram distorcidas. O resultado seria algo parecido com o Krzywy Domek,mais conhecido como “casinha torta”. Mas seu design não foi um erro: a inspiração veio de uma ilustração de Jan Szancer, grande personalidade cultural da Polônia e dono de um traço cheio de poesia. O ponto turístico serve de entrada para um enorme centro comercial com lojas, bares e escritórios

FONTES Sites Strange Buildings, Bored Panda, Popular Mechanics, Wikipedia e Listverse

LEIA MAIS

Qual é o maior castelo do mundo?

Onde fica a maior casa na árvore já construída?