GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como um quadro é restaurado?

Restauro dos quadros inclui limpeza com solvente e até estilete para remover sujeira pesada

A restauração começa com a avaliação do quadro, passa pela limpeza e só por último é que a pintura ganha pinceladas. O primeiro passo do restaurador é observar a obra para saber a extensão dos danos, que vão desde poeira a rasgões causados por vândalos. “Nessa análise, identificamos se o quadro já foi restaurado antes e calculamos sua idade para saber que técnica usar. Quanto mais antiga a pintura, mais forte deverá ser o solvente”, diz o restaurador paulista Carlos Rielli. No caso de telas com sujeira (poluição, fuligem, fumaça de cigarro, umidade ou bolor), o especialista também precisa saber se esses resíduos estão sob a tinta ou sob a camada externa de verniz, que protege a obra. Feita essa análise, o especialista começa a restauração em si, cujas etapas descrevemos abaixo.

Veja também
Funilaria e pintura
2. Feitos os testes, começa a limpeza em si. O maior cuidado é para não remover a tinta original, mas apenas a sujeira. Em alguns casos, o solvente é trocado por uma raspagem com estilete. Nessa fase, o verniz é sempre retirado, assim como restaurações anteriores3. No caso de um furo ou rasgo, o restaurador precisa fazer um trabalho de “funileiro”, preenchendo, por trás, a área com um remendo de tela e colocando uma massa feita com um derivado da cal na frente

4. A etapa seguinte é fazer a restauração, retocando a pintura com o mesmo tom de tinta usado originalmente. Como todo tipo de restauração deve ser reversível, só são usadas tintas à base de água, e não a óleo como a tinta original

5. O último passo é hidratar a obra, para evitar ressecamento. O restaurador aplica uma camada de silicone, água ou até mesmo saliva. Por fim, a tela recebe uma nova mão de verniz e a obra está pronta pra outra!

1. Para saber que solvente utilizar (amônia, água, álcool etc.) sem prejudicar a tinta original, o restaurador molha a ponta de um cotonete com solvente e faz testes em toda a área da tela. “Quanto mais próximas do vermelho, mais sensíveis são as cores. O produto usado para limpar o verde-claro é diferente do usado para o vermelho”, diz Rielli