GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

De onde vêm os nomes dos carros da F-1?

Depende da equipe, mas, em geral, os modelos dos carros de F-1 são nomeados com iniciais da equipe ou de alguém da equipe mais um número que pode representar ano, seqüência ou mesmo alguma especificação do motor. Os modelos que participarão da temporada 2008mostram combinações interessantes. A Williams, por exemplo, correrá em 2008 com o FW30, já que o dono da equipe chamase Frank Williams e esse é o 30o carro lançado por ele. A estreante Force India, do empresário Vijai Mallya, segue a mesma fórmula no seu primeiro carro: VJM01. Outras equipes preferem combinações mais óbvias, como o F2008, da Ferrari, e o SA08, da Super Aguri. Já a Renault e a Scuderia Toro Rosso misturam as duas fórmulas, usando as iniciais da equipe e seqüência de modelos: R28 e STR3. A Toyota traz um elemento a mais: TF108 mistura T de Toyota, F1 de Fórmula 1 e 08 da temporada. A Honda adotou uma homenagem ao motor RA, que equipou o primeiro Honda na Fórmula 1, em 1963, e, claro, 1 de F-1 e 08 de 2008. A combinação mais estranha, contudo, é a da McLaren, que entrará na briga a partir do dia 16, no GP da Austrália, com o MP4-23, ou seja, o 23o modelo desde o nascimento do projeto MP4, que uniu as iniciais do patrocinador Marlboro com as de Project 4, o nome da equipe que o big boss Ron Dennis comandava na Fórmula 2. :-S

Diga-me com quem andas
Carros e curvas famosas têm história até no nome

FERRARI 158

Este modelo, que correu entre 1964 e 1965, levou o nome por ter um motor de 1.5 cilindrada e motor V8

BT49C

O nome da Brabham que deu o primeiro título a Nelson Piquet vem das iniciais dos seus criadores, Jack Brabham e Ron Tauranac. Já 49C significa: terceira versão do 49º modelo da equipe

MP4

Também conhecido como MP4/1, correu em 1983, dando início à gestão de Ron Dennis. O nome vem de “Marlboro Project 4”, ou seja, o patrocinador mais o nome da equipe de Dennis na Fórmula 2

MERCEDES W196

O “W” da equipe que brilhou em 1954 e 1955 vinha de wagen (“carro”, em alemão) e o 196, por incrível que pareça, representa o 196º modelo da Mercedes (desde 1926)

FW14B

O Williams FW14, de 1991, já era quase perfeito. Por isso, para 1992, em vez de lançar um FW15, o time fez pequenos ajustes e deu ao campeão Nigel Mansell a versão B do “Frank Williams” 14

F2003-GA

Caso de homenagem póstuma. O “GA” surgiu na Ferrari de 2003 após a morte do presidente da Fiat, Gianni Agnelli, algumas semanas antes do lançamento do carro

TARZAN CORNER – ZANDVOORT, HOLANDA

Recebeu esse nome em homenagem ao dono original do terreno da pista (antes mesmo de entrar na F-1): ele era tão grande que ganhou o apelido de Tarzan

EAU ROUGE – SPA-FRANCORCHAMPS, BÉLGICA

Na região onde fica o circuito passa um rio com esse nome, que, em francês, quer dizer “água vermelha”

BICO DE PATO – INTERLAGOS, BRASIL

A curva mais lenta do autódromo brasileiro não homenageia nenhum penoso que nadava por ali. O nome faz referência ao incrível formato de bico mesmo

GRAND HOTEL – MONTE CARLO, MÔNACO

Também já foi chamada de Loews e Station até que um hotel foi construído ao lado dela. É a curva mais lenta da F-1 – os carros passam a meros 60 km/h

PERALTADA – HERMANOS RODRIGUEZ, MÉXICO

O nome vem do espanhol peralte, usado para designar a inclinação de curvas (como naquelas pistas ovais de ciclismo). Ou seja, “peraltada” significa inclinada

TAMBURELLO – ÍMOLA , SAN MARINO

Nome de má lembrança para os brasileiros, foi modificada após a morte de Senna. O significado do nome, em italiano, explica por que era tão perigosa: “reta torta”

CASIO TRIANGLE – SUZUKA, JAPÃO

A chicane que marcou o auge do duelo entre Ayrton Senna e Alain Prost, em 1989, é patrocinada pela empresa de eletroeletrônicos Casio