Clique e assine a partir de 8,90/mês

É verdade que dá para ouvir rádio na obturação do dente?

Não. Para decodificar as ondas enviadas por uma torre de rádio e transformá-las em ondas sonoras, é preciso de um receptor composto de uma série de itens

Por Geiza Martins - Atualizado em 4 jul 2018, 20h25 - Publicado em 2 set 2015, 15h48

Ilustra: Cássio Yoshiyaki

Não. Para decodificar as ondas eletromagnéticas enviadas por uma torre de rádio e transformá-las em ondas sonoras, é preciso de um receptor composto de uma série de itens. O mais comum contém antena, um circuito sintetizador, um detector, um circuito amplificador e algum tipo de alto-falante. Um receptor de rádio AM, por exemplo, possui uma estrutura ainda mais simples: basta uma antena composta de um fio bem comprido, um detector e um alto-falante. Todavia, tal estrutura não tem nada a ver com uma obturação dentária, que comumente é feita de resina ou metais como prata, estanho, cobre, mercúrio e zinco. Mas e o pessoal que jura ter ouvido a Transamérica dentro da boca? Eles provavelmente ouviram algum som ambiente e entenderam errado.

TdF SugeriuDaniel Santos

Consultoria Cláudio H. Furukawa, físico do Instituto de Física da USP, e Ana Paula Tonissi, dentista

Continua após a publicidade

Fontes Sites Inovação Tecnológica e How Stuff Works

Leia também:

– Como é feito um tratamento de canal?

– Por que o ser humano tem duas dentições?

Continua após a publicidade

– Como se forma o tártaro nos dentes?

Publicidade