Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Em qual lugar se comemora primeiro o Ano Novo?

Pequenas localidades no Oceano Pacífico recomeçam o ciclo antes (e depois) de todo mundo

Por Daniela Fescina Atualizado em 31 dez 2020, 08h50 - Publicado em 15 jan 2018, 18h01

Em Samoa e no atol de Kiritimati, ambos localizados no Oceano Pacífico. Inclusive, já é 2021 por lá: eles celebram o Réveillon no momento em que são 7h da manhã em Brasília do dia 31 de dezembro.

Até 2011, Samoa era um dos últimos locais do mundo a celebrar o ano novo. No entanto, o país decidiu mudar para o outro lado da linha internacional de data por ter mais afinidade econômica com a Nova Zelândia e Austrália. Samoa Americana, um outro país a 50 quilômetros de Samoa, permaneceu no fuso horário original.

Já o atol faz parte da República de Kiribati, que ao todo é formada por 33 ilhas. Essas ilhas estão distribuídas no Pacífico em três fuso horários diferentes. 

O fuso horário divide o globo em 24 pedaços, com fatias que medem 15° de longitude e equivalem a uma hora cada. O horário é calculado em referência ao meridiano de Greenwich, no Reino Unido. No Brasil, estamos três horas a menos em relação ao meridiano (GMT -3), enquanto Kiritimati e Samoa estão 14 horas na frente (GMT +14). Em outras palavras, a diferença de horário entre o Brasil e essas ilhas é de 17 horas.

Os últimos lugares a comemorar o ano-novo também são ilhas do Pacífico, mas que estão do outro lado da linha internacional de data. Assim como o meridiano de Greenwich, trata-se de um marco imaginário para padronizar os calendários. Quando ela é cruzada, implica-se uma mudança de um dia para o outro.

Além de Samoa Americana, algumas ilhas que serão as últimas a ver o ano-novo são as ilhas Baker e Howland, ambas sem população fixa. Quando der meia-noite lá, serão 8h do dia 1º de janeiro no Brasil. Nesse mesmo horário, já será uma da manhã do dia 2 de janeiro em Kiritimati e Samoa. Haja cabeça pra morar no Pacífico!

Veja abaixo a tabela com as divisões do GMT.

 

Continua após a publicidade
Publicidade