Clique e Assine por apenas 6,90/mês

Há jacarés vivendo nos esgotos das cidades?

Pode haver vida nas galerias mais superficiais ou em áreas de descarga dos esgotos nos rios. Mas e nas profundezas?

Por Artur Louback, Fred Di Giacomo, Lorena Verli, Luís Joly e Paulo Gama - Atualizado em 14 fev 2020, 17h39 - Publicado em 28 set 2016, 18h16

Segundo a lenda, várias pessoas já viram jacarés e outros animais exóticos vivendo dentro das redes de esgoto das grandes cidades. Haveria inclusive relatos de ataques a seres humanos! Mas a real é que é impossível um jacaré ou qualquer outro animal sobreviver dentro do esgoto propriamente dito. A decomposição dos excrementos libera metano, um gás altamente nocivo à vida.

Mas e os constantes avistamentos de jacarés no Rio de Janeiro? Pode reparar: eles são sempre encontrados em áreas com acesso à superfície, como bueiros, canais e lagoas. De fato, alguns animais acabam vivendo nas galerias mais superficiais ou em áreas de descarga dos esgotos nos rios. Nesses pontos há uma fauna bem variada, como mostra o infográfico abaixo.

BACTÉRIAS – Nas galerias mais profundas da rede de esgoto, a única forma de vida encontrada são bactérias, que conseguem sobreviver em um ambiente tomado pelo gás metano. Qualquer outro ser vivo aqui dentro teria uma morte certa!

RATOS – Nas galerias superficiais da rede de esgoto, que têm saída para a rua, como os bueiros, é possível encontrar pequenos animais: ratos, baratas, répteis como lagartixas e calangos, formigas, besouros, lacraias e outros insetos

Continua após a publicidade

JACARÉS – Só nos pontos de despejo nos rios dá para encontrar animais maiores. Nessas áreas, peixes se alimentam de restos do esgoto. Aí, não só um jacaré perdido como também aves grandes, como garças, podem surgir para se alimentar dos peixes

Publicidade