Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Madame Tussaud criou suas estátuas com políticos decapitados

A cabeça de Maria Antonieta foi uma das primeiras matérias-primas da artista, famosa pelas estátuas de cera.

Por Felipe van Deursen Atualizado em 14 jul 2020, 15h20 - Publicado em 16 fev 2018, 12h44

As estátuas de cera de Madame Tussaud são uma das mais famosas atrações de Londres. Tão famosas que hoje o museu se espalhou por 24 cidades em quatro continentes. Mas esse turismo bonitinho, mas meio cafona, tem uma origem um tanto mórbida.

Marie Tussaud (1761-1850) foi uma artista francesa que viveu tempos conturbados – afinal, tinha uma revolução em seu país, e era aquela mesma, a Revolução Francesa. No fim do século 18, forçada a demonstrar fidelidade à causa revolucionária, ela teve que criar máscaras mortuárias dos aristocratas decapitados na guilhotina. Tussaud fez, inclusive, as máscaras de Robespierre, Jean-Paul Marat e do casal real, Luís 16 e Maria Antonieta.

A máscara mortuária é uma invenção milenar, que servia como uma memória de pessoas mortas em tempos pré-fotografia. A grande sacada de Tussaud foi fazer da prática uma atividade comercial em larga escala. Em 1802, ela levou sua coleção para uma turnê no Reino Unido. Fez sucesso e, em 1835, estabeleceu-se em Londres, expandindo o portfólio para figuras da realeza britânica, políticos e até bandidos famosos.

A coleção gerou controvérsia e os críticos diziam que Tussaud explorava tragédias com sensacionalismo para puxar o público pela sua curiosidade mais grotesca.

Hoje, as estátuas são feitas a partir de fotografias e consomem até cinco meses o trabalho de 20 artistas. Como não são construídas com máscaras mortuárias, os homenageados não precisam mais estar mortos. Em 2017, Donald Trump entrou no elenco do museu.

Continua após a publicidade

Publicidade
História, Mundo Estranho
Madame Tussaud criou suas estátuas com políticos decapitados
A cabeça de Maria Antonieta foi uma das primeiras matérias-primas da artista, famosa pelas estátuas de cera.

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade