GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O planeta Terra é um ser vivo?

Uma teoria afirma que a nossa Terra pode ser considerada um grande organismo vivo, com mecanismos que auxiliam na preservação das formas de vida dentro dela

Sim, pelo menos segundo a Teoria de Gaia. Em 1969, a Nasa pediu ao químico inglês James Lovelock que investigasse Vênus e Marte para saber se eles possuíam alguma forma de vida. Analisando nossos vizinhos do sistema solar, Lovelock disse que não existia nada que pudesse ser considerado vivo por lá. Mas, ao olhar para a própria Terra, ele concluiu que, além de ser residência de diversas formas de vida, ela mesma se comporta como um grande ser vivo, com mecanismos que ajudam a preservar os outros seres vivos que abriga. E batizou esse ser de Gaia, em homenagem à deusa grega da Terra. No começo, a teoria foi rejeitada pela comunidade científica, que achou a idéia meio hippie e pouco baseada em experiências que a comprovassem. Mas o lançamento de satélites a partir dos anos 70 trouxe dados sobre o planeta que ajudaram a reforçar a tese central da Teoria de Gaia: o planeta tem uma capacidade de controlar sua temperatura, atmosfera, salinidade e outras características que mantêm o nosso lar, doce lar confortável, com condições ideais para a existência da vida.

Terra de ninguém Conheça o nascimento, a evolução e as ameaças à vida do nosso planeta de acordo com a Teoria de Gaia

ESTÁGIO 1 – ANTES DE GAIA

PERÍODO – 4,6 bilhões a 3,8 bilhões de anos atrás

ESTADO – Não existe

ESTACA ZERO

Antes de existir vida aqui, nossa atmosfera provavelmente era parecida com a de Marte e de Vênus. Mas, desde que a vida surgiu, essa composição mudou e se mantém completamente diferente da de nossos vizinhos. Para a Teoria de Gaia, isso só é possível porque em algum momento a Terra passou a funcionar como um ser vivo auto-regulador

ESTÁGIO 2 – GAIA NASCE

PERÍODO – 3,8 bilhões a 2,3 bilhões de anos atrás

ESTADO – Em desenvolvimento

INSPIRA, EXPIRA

Entre os primeiros seres vivos, havia bactérias que consumiam gás carbônico (CO2) e liberavam gases como metano e oxigênio. Com o passar das eras, a respiração dessa galera mudou a composição da atmosfera, injetando mais O2, um prato cheio para seres multicelulares se desenvolverem

ROLOU UM CLIMA

Quando a vida começa a influenciar a evolução do ambiente, e vice-versa, é sinal de que Gaia nasceu. “Viva”, a Terra também regula sua temperatura: a concentração de metano no ar, por exemplo, cria um efeito estufa que garante o calor no planeta

ESTÁGIO 3 – GAIA EM FORMA

PERÍODO – 2,3 bilhões a 200 anos atrás

ESTADO – Bom

AÇÃO E REAÇÃO

Uma das evidências de que a Terra é como um ser vivo é sua capacidade de controlar a própria composição e clima por meio de mecanismos de resposta entre suas partes orgânicas (a biosfera) e inorgânicas (ar, rochas e mares). O ciclo de carbono, por exemplo, ajuda a controlar a concentração de CO2 na atmosfera

TUDO SOB CONTROLE

Como todo ser vivo, a Terra também tem seus mecanismos para manter tudo funcionando. No caso de Gaia, o equilíbrio entre a vida, a atmosfera, os mares e as rochas funciona por meio de ciclos bem complexos. De tempos em tempos, o equilíbrio se rompe, e ocorrem extinções em massa. Mas as espécies sobreviventes formam um novo equilíbrio e tudo volta aos eixos

SALEIRO GLOBAL

A concentração de sal no mar está estável em 3,4% há milhares de anos – outro indício, de acordo com a Teoria de Gaia, de que a Terra se comporta como um sistema vivo. Bactérias que consomem o produto e lagoas de sal compostas de corais se organizam em outro ciclo, para manter o equilíbrio necessário à vida marinha

SOL, PRAIA E CALOR

A temperatura média relativamente constante do planeta indica que a Terra está viva, já que ela manteve sua temperatura apesar de o calor do Sol ter aumentado 25% nos últimos 3 bilhões de anos.

Qual é a origem do nome Terra?

Quantas pessoas já viveram no planeta Terra?

Quais foram os primeiros grandes animais da Terra?

ESTÁGIO 4 – GAIA NA UTI

PERÍODO – 200 anos atrás aos dias de hoje

ESTADO – Febril

TUMOR MALIGNO

Em geral, a causa dos desequilíbrios de Gaia é externa, como o impacto de um meteoro. Pela primeira vez na história, o equilíbrio estaria sendo afetado por um órgão de seu próprio corpo: os humanos

ERRAR É HUMANO

Desde a Revolução Industrial, a humanidade tem funcionado como um verdadeiro câncer para Gaia. Vários ciclos importantes para o bom funcionamento do planeta estão “defeituosos” e pioram o aquecimento global acelerado pelo homem

ESTÁGIO 5 – O ENTERRO DE GAIA

PERÍODO – De hoje a daqui 1 bilhão de anos

ESTADO – Morta

O FIM ESTÁ PRÓXIMO

Para os pessimistas, o homem pode encurtar sua vida no planeta em milhares de anos. Mesmo sem nós, Gaia ainda estará ameaçada pelo Sol. Como toda estrela, ele emite mais calor conforme envelhece. Daqui a 1 bilhão de anos, o fortíssimo calor matará Gaia